Dezembro 06 2006

Hoje, enquanto estava na paragem a esperar pelo autocarro, depois dum dia de aulas cansativo, eis que reparo num jovem que estava a ler sentado no banco da mesma. Olhei para o livro para tentar visualizar o seu título, mas como o referido jovem estava a lê-lo, mantendo-o aberto, não consegui perceber de qual se tratava. Associei a dois que conheço por capa, mas como não tinha confirmação a minha curiosidade foi, estranhamente, crescendo, e cheguei ao ponto de me inclinar para tentar ver a capa e até, certa vez quando o rapaz tinha o livro semi-fechado, a ir deitar uma pastilha elástica ao lixo para me aproximar mais. Mesmo assim não consegui obter uma confirmação, e ainda agora me sinto curioso por saber de que obra se tratava.

Sei que esta história pode parecer estranha, mas talvez exista explicação. A primeira é que suspeitava ser um livro pelo qual me interesso, mas talvez o facto de não ter, neste momento, nada novo para ler, me tenha aumentado substancialmente a curiosidade.

Ontem acabei de ler O Feiticeiro e a Sombra, de Ursula K. Le Guin, uma obra com poucas páginas mas digna do uso do adjectivo “grande”. É uma obra comparada, por críticos literários, às Crónicas de Narnia ou a O Senhor dos Anéis, mas arriscaria dizer que não tem, de todo, nada a ver, não por ser de menor qualidade, mas pura e simplesmente por ser um livro único, bastante imaginativo e carregado de profundas e tocantes palavras. É daquelas obras onde facilmente encontramos frases dignas de citações e de moldura, frases que precisamos ler duas, três, quatro vezes, simplesmente porque são fantásticas.

Quem já leu Harry Potter ou Eragon vai encontrar alguns termos e definições que se encaixam, mas, não esquecendo que este livro foi escrito nos finais da década de 60, mesmo assim, não irá encontrar qualquer facto que pareça repetitivo ou sem a beleza da primeira vez.

É um livro tocante, ou até, para dizer melhor, chocante, pois a certa altura foi-me difícil perceber se Gued, o nome do herói da história, era um exemplo a seguir, alguém ligado ao bem, ou alguém que transmite todos os males que um ser humano pode ter. Com o desenvolver da história vamos encontrando resposta para todos estes porquês, e embora a história pareça sem rumo, a verdade é que continua, sempre, a caminhar para um marcante final, digno, ou muito melhor, de qualquer clássico do fantástico.

Pode não ter sido o melhor livro da minha vida, mas mesmo assim não o vou esquecer, e quero continuar a ler a tetralogia e ver por que lado de Terramar andará Gued, o poderoso e estranho feiticeiro.

Se poderem, não percam este pequeno grandioso livro.

O Feiticeiro e a Sombra - Ursula K. Le Guin

Até breve e Boas Leituras!!!

Publicado por Fábio J. às 21:42

Sabes? Qualquer dia os meus pais vão proibir-me de visitar blogs! Sim porque cada vez que fazes uma crítica literária o meu 1.º pensamento é - bem tenho mesmo de ler este livro!Então quando se trata de obras fantásticas como esta, é tiro e queda! Resultao: uma lista enorme de livros para pedir ao Pai Natal! :)
Já disse que tinha ouvido falar desse livro e da autora...Só não me recordo bem onde, bem, mas tinha uma boa impressão que me foi confirmada!
Para já estou a acabar de reelr o Eragon... Com o filme a aproximar-se gosto de manter os pormenores fresquinhos! ;)
Então e tu? Não há mais nenhum livro no horizonte?
cricri a 8 de Dezembro de 2006 às 00:54

Esse é um dos meus objectivos ao expor as minhas opiniões: que quem as leia sinta, no mínimo, curiosidade. Como disse acho que é um livro tocante e acho que irias gostar, caso o lesses.
Para já, não tenho a certeza de que obra lerei a seguir, pois são muitas as que quero ler, no entanto, ontem deu-me uma grande vontade de ler alguma coisa mais literária, e até pensei em reler a primeira história do Silmarillion, mas depois não concretizei esta ideia.
Talvez esta semana já tenha alguma ideia concreta pois quero estar a ler, pelo menos nas férias.

Até breve e Boas Leituras...
Fábio J. a 8 de Dezembro de 2006 às 15:18

Para a próxima pergunta qual era o livro e assim quem sabe encontravas alguém com as mesmas opiniões que tu.
Um Abraço
Rastr a 12 de Dezembro de 2006 às 20:35

Pensei em fazer isso, contudo achei que iria parecer uma maníaco ou coscuvilheiro literário, principalmente porque estavam várias pessoas na paragem. Com "sorte" ainda pensavam que estava interessado em meter conversa...
Mas pronto, fica para a próxima...

Até breve!!!
Fábio J. a 12 de Dezembro de 2006 às 21:53

Olha, conheço umas pessoas que já foram ver o Eragon e ficaram desiludidas. Dizem até k nem vale a pena ver.
mímica a 16 de Dezembro de 2006 às 18:39

Também já ouvi dizer mais ou menos isso, contudo se têm essa opinião é porque viram, e eu pretendo fazer o mesmo.
Pelo que vi nos trailers já percebi que não é nenhuma "perfeição", contudo a curiosidade para descobrir como é ver esta história no filme é bastante.
Depois de vermos poderemos dar as nossas próprias opiniões...

Até breve!!!
Fábio J. a 16 de Dezembro de 2006 às 21:27

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa