Fevereiro 12 2009
Charles Darwin nasceu há 200 anos. Neste blog escrevo, sobretudo, sobre ficção, mas gosto de pensar que escrevo sobre livros e sobre o modo como cada um deles me influencia ou influenciou. A Origem das Espécies foi publicado há 150 anos. Não o li, mas trata-se, certamente, de um livro que influenciou a sociedade, já que mudou mentalidades e a forma como vemos o mundo e nos compreendemos a nós próprios. Escrevo sobre ficção mas dedico-me à ciência. Um duplo viva a Charles Darwin!
Têm sido vários os livros publicados a propósito desta dupla comemoração. Divulgação científica, especulação, história, filosofia, religião ou até mesmo ficção. O tema desdobra-se em vários géneros e estilos, proporcionando a cada leitor a possibilidade de análise ou reflexão que mais lhe agradar.
Ficam aqui seis dos livros que mais me atraíram. Em primeiro, A Origem das Espécies, uma tradução para português que certamente vale a pena conhecer. Segue-se A Caixa Negra de Darwin, de Michael Behe, uma interessante visão da vida que “arrasa com os alicerces do darwinismo!”: é ler para ver.
A Evolução a Duas Vozes, pelo padre Carreira das Neves e pela bióloga Teresa Avelar, apresenta-nos dois textos, um sobre evolução num contexto teológico, definindo criação e criacionismo, evolução e evolucionismo, e outro sobre aspectos históricos e científicos da evolução, bem como na clássica dicotomia ciência/religião. Já A Linguagem de Deus, de Francis S. Collins, defende a complementaridade das concepções científica e espiritual como sendo a via mais equilibrada para desvendar o mistério da vida e do universo.
Para aprofundar algumas questões porque não Quando Éramos Peixes, de Neil Shubin, uma obra que defende que para uma melhor compreensão do funcionamento do nosso corpo e para identificar a origem de muitas das mais comuns doenças actuais, teremos de procurar fontes inesperadas: vermes, moscas e até mesmo peixes. E para os mais curiosos acerca dos factos históricos: Darwin - Uma Vida de Ciência, uma biografia sobre um dos mais famosos cientistas da História, o «pai» da teoria da evolução, o reconhecido fundador de uma revolução no modo de pensar a origem da vida.
O tema é interessantíssimo e há muito por onde escolher, portanto, Boas leituras!
Publicado por Fábio J. às 18:58

Fevereiro 10 2009
Os livros que leio dividem-se em dois grupos: o daqueles que são desejados, e que por isso esperam na lista pela sua vez, e o daqueles que, dizendo de uma forma poética, simplesmente surgem na estante.
A Viagem do Elefante surgiu! Surgiu e impôs-se, não fosse ela uma obra da autoria de José Saramago, escritor que admiro, e o seu regresso à ficção histórica, género que me atrai e que, contado pelo Nobel português, simplesmente adoro.
A estória começa na corte portuguesa do século XVI, quando D. João III e Dona Catarina de Áustria se questionam acerca do presente de casamento que haviam dado ao arquiduque Maximiliano da Áustria. Talvez o presente não tivesse sido apropriado e talvez o elefante Salomão, vindo da Índia, o fosse. Decidem oferecer o elefante, e com ele o cornaca, o seu tratador. Estes dois partem, então, numa viagem que os levará até Viena, viagem que é também uma aventura e um palco de ideologias e valores.
As peripécias sucedem-se, sempre bem contadas e com o humor e tom crítico que caracterizam o autor. E quando a narrativa tinha tudo para ser monótona, provavelmente pela ausência de factos históricos acerca da migração ou pela simples monotonia que é a realidade, o autor utiliza as personagens para impulsionar a acção, descrevendo os seus medos, os seus sonhos, as suas vontades e todos aqueles pensamentos que invadem a mente de quem caminha sem poder olhar para trás. Destaco o cornaca, Subhro em Portugal, Fritz na Áustria, um homem invulgarmente sábio na sua simplicidade de subalterno e que, mais do que todos os outros, reflecte a aceitação consciente daquilo que a vida proporciona a cada ser.
Mais uma vez, Saramago prova ser um excelente contador de histórias. No entanto, pareceu-me haver algo estranho no seu estilo, positivamente estranho, mas evidentemente diferente. A proximidade com o leitor continua a mesma: quase que ouvia o narrador a falar ao meu lado, tal é a naturalidade e simplicidade com que a história é apresentada.
O fim da obra é digno de destaque. Não pela surpresa, que não a houve, mas pelo modo como nos é apresentado e pelo que representa. Afinal um fim, mesmo o fim da vida de um elefante, é sempre injusto. Ou talvez não. Talvez o que importe seja que a viagem, qualquer viagem, seja cumprida, e para isso há que já chegar ao fim, há que morrer.
Sem dúvida alguma, valeu a pena ler esta obra. Continuo a preferir o Memorial do Convento, porventura mais surreal e fantástico, mas A Viagem do Elefante não lhe fica a dever na qualidade e, a meu ver, supera-o mesmo em humor e cumplicidade com o leitor.
<i>A Viagem do Elefante</i>
A Viagem do Elefante de José Saramago
Boas Leituras!
P.S.: A equipa dos Blogs Sapo tem uma pontaria ao destacar este blog logo quando eu ando mais ocupado... Mas obrigado! e as boas-vindas aos que leitores que por aqui passam. ;)
Publicado por Fábio J. às 22:04

Fevereiro 01 2009
O mês acabou e eu mal dei por isso. Se não estivesse a responder a alguns comentários, relendo textos já antigos, não teria tomado consciência de que o prazo para participar nas Distinções L terminou.
É fácil entender o meu descuido. Afinal, o número de participações foi tão baixo que desde cedo percebi que esta iniciativa não daria frutos, pelos menos não os 100 que me propus colher. É pena.
Assim sendo, declaro a iniciativa terminada e infrutífera. Resta-me agradecer àqueles que participaram. O meu muito obrigado pelas vossas opiniões.
Será que alguém notava se eu inventasse um grande número de participações e distinguisse quem eu quisesse? É retórica, não espero respostas. Pensando bem, eu notava.
Publicado por Fábio J. às 20:30

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
Realmente, sou fascinada por este livro, maravilho...
ta fixe tou a lero segundo:tuneis  aventura n...
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa