Fevereiro 20 2007

São as mini férias, é o Carnaval, é o esganiçar duma flauta tocada atrás de mim... já parou. Como podem perceber estou bem disposto, pois só tenho razões para isso (esquecendo uma incómoda constipação natural). Para além disso ando a ler Tolkien, e que posso mais pedir, a nível literário, para além das fantásticas histórias de Tolkien? Muito pouco.

Depois de me ocupar com a Introdução, onde muito é contado acerca do propósito e problemas da publicação da obra, bem como da forma como foi possível realiza-la e onde me apercebi, ainda mais, da complexidade do mundo criado pelo mestre, aventurei-me no primeiro conto destes Contos Inacabados de Númenor e da Terra Média: De Tuor e Da Sua Chegada a Gondolin.

Quando li a Introdução fiquei com a sensação que estaria a cometer um grande erro ao ler esta obra, tudo porque é lá referido (e também porque já me apercebi disso) que é necessário ter pelo menos um conhecimento geral, mas ao mesmo tempo global, de toda a obra publicada de Tolkien. Pois bem, eu ainda só li O Silmarillion, e os filmes não são propriamente ricos em pormenores. Este conto deriva do já publicado no Silmarillion acerca de Tuor, portanto não senti os problemas, mas poderei tê-los mais para a frente, nomeadamente nas narrações da Terceira Era.

Tuor é desde cedo criado por elfos e mesmo não sendo um deles, em muito se assemelha. Sem pai e sem mãe, e com o fim do povo de Hithlum, Tuor passa a viver como um fora da lei, combatendo Orcs e Easterlings. Até que um dia as forças de Ulmo se manifestam e ele, que já sonhava encontrar Gondolin, o reino escondido, decide partir. Seguindo o destino descobre as armas à muito deixadas para si, e encontra-se com o próprio Ulmo, o Senhor das Águas.

A partir daqui segue-se a sua atribulada viagem em busca de Gondolin, e por fim a sua chegada. Pouco mais é narrado a partir daqui, pois segundo o que diz Christopher, a partir daqui apenas se seguem algumas anotações... anotações que o filho de Tolkien inclui na obra.

Gostava de ter conhecido o fim da história pelas palavras de Tolkien, mas sendo contos inacabados acho que já me posso dar por contente por toda a viagem ser narrada. E também por ser um texto completo e sem partes escritas por Christopher, como mais à frente acontece.

Em resumo posso dizer que gostei bastante deste conto. É o aprofundar daquilo que já conhecia do Silmarillion, mas não deixou de ser uma surpresa, um descobrir maravilhado.

A seguir segue-se A história dos filhos de Húrin, aquela que irá ser apresentada no livro a sair em breve Os Filhos de Húrin. Tem umas 100 páginas, este conto, e estou bastante curioso por poder aprofundar esta história, também já referida no Silmarillion.

Por falar em “sair em breve”: segundo Robert Shaye, da New Line, teremos a adaptação cinematográfica de O Hobbit disponível em 2009, mesmo ainda não havendo realizador. É esperar para ver.

Publicado por Fábio J. às 21:51

DE todos os contos apresentados nesse livro o meu preferido é o que conta a história de Aldarion o marinheiro e pai de ancalime , a primeira rainha dos numenorianos , mas também gosto muito de uma outra história, mas infelizmente não me lembro do nome do personagem, pois eles são tantos que tenho alguma dificuldade de me recordar de todos, e ainda para mais eu já li esse livro à algum tempo, aliás nessa história o personagem principal tem vários nomes mas recordo-me que ele se apaixona pela própria irmã sem saber, e a irmã aparece sob dois nomes, um penso que seja niniel . É uma história muito bonita! Continua a ler e diz-me o que achaste desse livro fantastico.

Ao contrário de ti quando li este livro já tinha lido todos os outros livros de tolkien , mas não te preocupes pois em o senhor nos anéis não é feita uma alusão muito significativa a qualquer um dos elementos dessa história. Por vezes apenas citam nomes de o silmarillion .
mc a 21 de Fevereiro de 2007 às 13:13

Acho que sei a qual história te referes: primeiro porque já a li no Silmarillion e em segundo porque é a história que estou a ler agora, a história dos filhos de Húrin, na qual Túrin (deve ser esta a personagens que querias dizer) e a sua irmã Niniel se casam. A história é fantástica, bastante dramática e incomodativa, mas fantástica.
A outra, do "marinheiro" ainda não li, mas agora fiquei com mais curiosidade, já que dizes que gostaste.

Em relação ao SDA: o que pretendia dizer era que acho que existem elementos desta trilogia que irão ser essenciais nos Contos Inacabados... uma vez que estes são um "complemento" e um aprofundar da obra de Tolkien.

Bom regresso às aulas e Até Breve!
Fábio J. a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:11

Sim é à história de turin que eu me estava a referir, mas durante essa história ele tem muitos outros nomes! É uma das histórias mais completas e fascinantes do livro, uma vez que a vida de Turin toma contornos inimagináveis , eu li essa história sempre a pensar o que é que lhe ia acontecer a seguir. Mas a história de Aldarion também é muito boa, é pena o final, mas talvez tenha sido melhor assim. Quando leres diz-me o que achaste!

mc a 22 de Fevereiro de 2007 às 17:48

Por agora ainda estou a ler a infancia de Túrin, mas logo que leia mais um pouco voltarei a escrever sobre o que tenho achado. Ontem não li e tenho andado muito devagar, mas vou indo.

Bom fim-de-semana!
Fábio J. a 23 de Fevereiro de 2007 às 22:17

Vejo que és fâ de Tolkien.
Cláudia Oliveira a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:23

Acho que não me posso considerar fá... digamos antes admirador da sua obra. Para ser fá já devia ter lido pelo menos o SDA... mais tarde serei fá, pois digamos que sou um admirador muito entusiasmado.
Todo o mundo que Tolkien criou, com toda a sua complexidade e credibilidade, deixa-me com imensa sede para conhecer mais e mais, para querer está lá, com as personagens...

Recomendo vivamente!
Fábio J. a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:46

Ainda bem que estás animado. Realmente, as férias são um bálsamo para o corpo e para a mente por ma curtas que sejam!
Eu arriscaria a dizer que me faz bem à alma ler sobre Tolkien. Ler estas palavras maravilhosas lembra-me imenso o SDA, filmes, mas principalmente os livros. Acho que estou com saudades. Estive a pensar em reler mas cheguei à conclusão que apenas o deverei fazer nas férias de verão. Isto porque ao ler o primeiro livro da Trilogia vou querer ler os restantes e vou ficar uns dias a ver apenas Arda à minha frente.. É melhro esperar por uma época masi calma.
No entanto espero encontrar O Silmarillion e Contos Inacabados... Já tinha uma ideia positiva do livro, que agora reforçaste.

Curiosamente O Hobbit não me fascina...Por causa do título e de narrar histórias sobre Hobbits..SE não estou em erro é a história do Bilbo Baggins e da descoberta do anel, não é?
Bem, de qualquer maneira é bom saber que vai ser adaptado em cinema. Era fantástico que o fizessem com as outars obras e já agora, com Peter Jackson à frente! :)

Bom regresso às aulas!
cricri a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:38

Férias, férias, só é pena que já estejam a acabar... mas daqui a um mês já estamos de férias outra vez, e dessa vez por mais tempo!
Imagino o que é estar a ler uma história totalmente programada por Tolkien para a sua publicação, uma história aprofundada e complexa num todo. Então numa trilogia...
Ainda hoje pus-me a analisar mapas e referencias do seu filhos, a divagar pela Terra Média, por assim dizer.

Não posso dizer muito sobre os hobbit pois só os conheço dos filmes, mas até "simpatizo" com eles. Estes dias li que eram como que o retrato da sociedade burguesa da época de Tolkien... não faço a mínima ideia a que ponto se referiam. A seguir pretendo ler O Hobbit, pelo menos fico com uma opinião mais concreta.
Em relação ao filme, estou muito curioso, mas não acredito que chegue "aos pés" dos SDA. Também gostava que fosse o PJ a realizar.

Bom regresso às aulas!!!
Fábio J. a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:58

Sei bem o qeu isso é. Quando li o SDA fartei-me de pesquisar na net sobre Tolkien e sobre o seu fantástico mundo. E mesmo envolvente. E encontram-se sites muito ricos em informações! É mesmo um gosto.
Eu já nõa acho muita piada á parte do Frodo e do Sam nos filmes. Não desgoto, mas não acho muito cativante. De qualquer forma talvez seja pela viagem que empreendem. A parte do Shire até é bonita.
Agora deixaste-me intrigada com isso do retrato da sociedade burguesa. Gostava realmente de saber a que aspecto se referiam!

Também não creio que O Hobbit tenha a grandeza do Senhor dos Anéis...mas como bem dizes: é esperar para ver!
cricri a 21 de Fevereiro de 2007 às 17:40

Ainda há dois dias estive com uma colega no msn a traduzir quenya. Infelizmente o site onde costumava ver as traduções já não existe mas tenho alguma informação nuns papeis e lá conseguimos traduzir. É fantástico este mundo de Tolkien, nomeadamente as línguas, como já há algum tempo comentamos, mas mesmo as personagens, a geografia, a política, os conflitos, a amizade ou as maldições são tão fortes que tudo parece real, e dá vontade de conhecer mais, de explorar!

Ainda não consegui achar o porquê do teu "desencanto" em relação aos hobbits. Eu também não morro de amores, e entre eles e os elfos ou os anões ficam a perder, mas mesmo assim... sei lá, "não aquece nem arrefece" como se costuma dizer. Tenho de os conhecer melhor, definitivamente.
Fábio J. a 21 de Fevereiro de 2007 às 19:55

Bem não é desencanto. É mais também um "nem aquece nem arrefece". Ha pouco estive a pensar nisso e cheguei a uma conclusão: Não é que não goste dos Hobbits. Até gosto bastante das partes do Shire, na aldeia do Frodo (que já não me recordo do nome) e das aventuras deles por lá. Penso que o que gostei menos é de algumas passagens que aconteceram envolvendo Hobbits.
Não gosto muito do Bilbo, talvez pela sua reacção quando o anel lhe é retirado (claro que a culpa não á dele) mas não fiquei a simpatizar com ele. O Gollum também não.É engraçado em algumas partes, mas não na sua parte dramática e quando mata o seu amigo, etc. Por isso acho que não iria apreciar tanto O Hobbit, visto que engloba muito estas duas personagens.
Depois a parte do Frodo e Sam a caminho de Mordor também acho desinteressante. Claro qeu há partes cruciais, mas não gosto tanto. Os elfos nem vale a pena explicar. Os Humanos guerreiam, andam lá por Edoras, Minis Tirith, etc. Depois as intrigas com o novo rei, etc. Eles, andam por ali a tentar fugir, a subir montanhas, depois a parte da Aranha, Minas Morgul...Pronto, não gosto.
Mas por exemplo a parte do Merry e Pippin já acho interessante! E a interacção com os Ents, etc.
Resumindo, e fizeste chegar-me a esta conclusão ;)
:
O problema não são os Hobbits - são as aventuras de alguns deles.
No fundo até os acho "queridos"!
pronto e desculpa lá ete "testamento"
cricri a 21 de Fevereiro de 2007 às 21:38

Pelos vistos a minha questão até que te fez chegar a uma conclusão, ainda bem!
De cada vez que descreves ou opinas sobre os hobbits fico mais curioso: "Tenho de perceber o que há realmente ali, para poder compreender totalmente", penso.
A verdade é tenho de ler sobre os hobbits para ficar esclarecido. Vou ler O Hobbit e depois vê-se.

Bom fim-de-semana!
Fábio J. a 23 de Fevereiro de 2007 às 22:25

Esqueci-me...

As melhoras para a tua constipação!!
cricri a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:40

Obrigado!

Por enquanto ainda ando meu "atordoado", mas há de passar...
Fábio J. a 21 de Fevereiro de 2007 às 16:59

Ah! esqueci-me de te desejar as melhoras, da tua constipação, eu ao fim de três semanas estou finalmente a deixar os pacotes de lenços!!!!!!!!!!!! Agora parece que é a tua vez
mc a 22 de Fevereiro de 2007 às 17:55

Bem, tirando o facto de hoje ter ficado o dia todo em casa com chás e pacotes de lenços à minha volta, cheio de dores de cabeça e enjoado, acho que posso dizer que estou bem. Pelo menos ainda conto sobreviver mais alguns dias.

Obrigado, espero (e acho) que isto melhore em breve...
Fábio J. a 23 de Fevereiro de 2007 às 22:20

este é outro daqueles livros que tenho que ler, bom post! Despertaste ainda mais a minha curiosidade para o livro! Continua assim. Boas leituras!
leitor a 23 de Fevereiro de 2007 às 21:54

Para quem já leu O Silmarillion este livro é um bom complemento.
As duas primeiras histórias estão em ambos os livros, mas bastante mais aprofundadas neste. Digamos que é um desenvolvimento. Acho que ias gostar, caso tenhas gostado do primeiro...

Bom fim-de-semana!
Fábio J. a 23 de Fevereiro de 2007 às 22:27

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa