Fevereiro 26 2007

Depois duma semana em que não trouxe novidades, eis me aqui! Eu sei que um blog não deve ser tão pouco actualizado mas acreditem que nem sempre é possível escrever. Este é o sétimo post dum mês já a acabar... é pouco, mas teve de ser.

Hoje, enquanto atravessava um centro comercial, passei por uma livraria e a montra convidou-me a entrar. Vendia mais revistas do que livros, mas mesmo assim consegui encontrar alguns que ando a sondar. Reparei em algo engraçado, embora de piada tenha pouco: Um dos livros que procurava custava pouco mais de 20 euros. Contudo, na livraria virtual onde normalmente compro custa 17 euros, e no site da editora custa apenas 15. Engraçado, não?

Mas não é sobre preços que escrevo hoje, se bem que sobre algo que também influencia o preço: prémios literários, mais propriamente o Man Booker Prize for Fiction 2006, ganho por Kiran Desai com o livro A Herança do Vazio.

Indiana, a viver também nos EUA e filha duma escritora três vezes nomeada para este prémio, Kiran tornou-se, com 35 anos, a mais nova mulher de sempre a vencer o Man Booker Prize, um dos mais importantes galardões literários da língua inglesa, graças a este seu segundo romance.

Com ele viajamos até ao nordeste dos Himalaias, onde encontraremos um velho juiz amargurado, Jemubhai, que apenas quer reformar-se e viver em paz com a sua amada cadela. Para abalar o seu sossego chega a neta órfã, Sai, obrigando-o a remexer nas suas memórias e a repensar os seus ideais.

Tudo isto se acentuará com o romance entre Sai e Gyan, o seu explicador de matemática, um nepalês que se envolve numa revolta que alterará a vida de Jemubhai. A contrastar com a sua busca pela paz, a vida do filho do seu cozinheiro, Biju, é uma verdadeira aventura em Nova Iorque, onde anda à procura de emprego, numa fuga constante aos Serviços de Imigração. Julgando que o filho leva uma vida boa e que acabará por vir buscá-lo para junto dele, o cozinheiro vai arrastando os seus dias.

Neste romance, a vida de cada personagem fala por si, mas ao mesmo tempo cruza-se e completa-se como “uma tapeçaria em que todas as personagens partilham uma herança comum de impotência e humilhação”.

A autora retrata temas tão actuais como a globalização, o colonialismo, o racismo, o abismo entre pobres e ricos e a imigração, e tudo isto forma uma exótica história narrada através duma rica e completa escrita.

Ao vencedor deste prémio é assegurada grande fama internacional, muito provavelmente seguida de grandes vendas da obra premiada.

Eu, sinceramente, fiquei estranhamente intrigado em relação a este título. Todo este exotismo e complexidade parece fluir tão calmamente... um livro ideal para umas férias tranquilas, diria eu.

A Herança do Vazio de Kiran Desai

Até breve e Boas Leituras!!!

Publicado por Fábio J. às 21:56

Depois de alguma tempo ausente voltaste com um bom post.
O preço dos livros é um factor na compra dos mesmos. Não haveram de se queixar, as livrarias regionais, que não vendem livros e que têm de optar vender malas e sapatos. Colocam os livros a um preço bastante caro quando nós podemos comprar em outros sitios os mesmos livros por preços mais reduzidos.
Os prémios são importantes na escolha dos livros. Compro mais facilmente um livro que tenha ganho um prémio do que um desconhecido. Não conhecia essa escritora. Normalmente chama-me atenção os livros que vão na 7ª edição, por exemplo.
Continuação de bons posts
Cláudia Oliveira a 27 de Fevereiro de 2007 às 16:17

Normalmente quando compro livro tento sempre ver em mais do que um lado, pois por vezes a diferença é mesmo muita. Exemplo máximo: o I e II volumes do SDA custam 21€ na Webboom e nunca menos de 16. Na Fnac custam 10€. Uma diferença abismal, não? Até pode ser erro da Fnac mas está lá!
São poucas as livrarias que o são por completo. Muitas, como disseste, têm de optar por vender revistas, guloseimas, material escolar, relógios, etc, etc. Que façam promoções dos livros!

Eu também presto atenção aos premiados pois, afinal, por alguma razão ganharam... Esse costume de comprar uma 7ª edição tem o seu quê de misterioso. Ligo mais a biografias e bibliografias dos autores e a análises das obras. Acho que a história do autor influencia a sua escrita...
Cada um tem a sua forma de escolher, isso é certo, mas desde que se escolha.

Até breve!!!
Fábio J. a 27 de Fevereiro de 2007 às 17:08

Bem o livro também me deixou interessada pelo seu exotismo. A parte dos himalaias e imagnar aquela calma e um velho que quer viver em paz com a sua cadela...não sei mas parece interessante. Estou a precisar de um livro assim. Para variar não conhecia o titulo, até porque só poderia conhecer de revistas ou internet, já que as livrarias daqui...bem, já sabes. E como a internet ultimamente tem sido uma miragem para mim, também não houve grande hipótese.

Já agora, relativamente a situação que descreveste, aconteceu-me algo parecido num hipermercado. Eu ia comprar o Eldest, para oferecer e pego no livro, o preço era €17. Depois, por acaso, peguei em outro e o preço er €15! Na mesma estante, os dois livros juntos! Incrível.
A partir de agora vou começar a olhar sempre para todos os perços! ;)

Vou começar a ler o "Felizmente há luar". É muito pequenino, amigas minhas leram em 2horas. Mas quando fui comprar estava exposto "Contos Incabados..." eu bem o namorei, mas o meu pai fez centrar-me no "Felizmente..". A literatura fantásti ca ainda nõa é bem vista por todos..!

Compreendo que seja complicado actualizar o blog, já que estou na mesma situação. Também não dá para vir sempre comentar, mas bem, aproveita-se o fim-de-semana!
cricri a 2 de Março de 2007 às 22:25

Eu achei-o sinceramente misterioso. Talvez seja por ler tanta fantasia, mas senti uma vontade enorme de ler algo mais... "real". Por agora vou continuar com Tolkien mas este é um bom livro para mudar de ares.

Acredita que não é só ai. A literatura fantástica, assim como a ficção científica, sempre foram literaturas marginais, consideradas pouco eruditas e por isso rejeitadas. A minha mãe, por exemplo, aceita totalmente este género mas já a minha irmã, mais nova do que eu, não o suporta. Já a tentei convencer a ler Harry Potter mas acho que ela nunca o fará. Prefere coisa mais reais ou "normais"...

Bem, eu vou tentar trabalhar mais para o blog, esta semana, mas agora também começam os testes e fica complicado...
Até breve!
Fábio J. a 4 de Março de 2007 às 11:58

Retiro o que disse! Estive ainda hoje com o livro na mão, num hipermercado. Afinal sempre dá para encontrar por aqui. Fiquei ainda mais curiosa para o ler.
cricri a 3 de Março de 2007 às 20:23

Ola, podem aconselhar sobre alguns livros, do tipo eragon, ou livros de aventura tipo a consperaçao?
Já agora, sobre o k é k é O Silmarillion ??

p.s- ja li harry potter, condigo davinci, estou a ver se arranjo o eldest. :)
Liliana a 6 de Março de 2007 às 08:11

Olá mais uma vez.
Para começar devo dizer que respondi ao seu primeiro comentário e lá falo do Silmarillion. Mas posso voltar a dizer: O Silmarillion é uma obra de Tolkien, autor do Senhor dos Anéis, que narra a história da Arda desde os seus primórdios até à 4 Era. É como um livro história onde muito é dito acerca dos deuses, elfos, homens, anões, hobbits e outros seres de toda a Arda, nomeadamente da Terra Média. Um livro único!

Aqui no blog referi várias obras de fantasia. Destaco alguns que li ou quero ler: "O Ciclo de Terramar" de Ursula Le Guin, "Mundos Paralelos" de Philip Pullman, "A Saga das pedras Mágicas" de Sandra Carvalho, a obra de Juliet Mallier, Jean-Louis Fetjaine, Tolkien ou Bradley, ect., ect.
Fábio J. a 6 de Março de 2007 às 18:25

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa