Março 03 2007

‘Tava com saudades de escrever para aqui, a sério que estava. Há dias que tento encaixar o blog no horário, e já tenho vários posts programados, por mais estranho que possa parecer.

Antes de mais devo dizer que na próxima semana estaremos na “Semana da Leitura 2007”, uma iniciativa enquadrada no Plano Nacional de Leitura (que infelizmente é necessário em Portugal), “com o Alto Patrocínio da Senhora Doutora Maria Cavaco Silva”. Tentarei não deixar esta semana passar em branco para os visitantes deste blog...só espero que o horário o permita!

Mas o que me trás aqui hoje não é esta semana, é sim mais um pouco de Tolkien, mais um pouco de Contos Inacabados. Mal tenho lido, e esta semana não li dois dias. Mas já há algum tempo acabei Nar i Hîn Húrin, ou seja, A história dos filhos de Húrin. É a segunda e última história da Primeira Era retratada neste livro. Bastante mais desenvolvida do que em O Silmarillion e certamente não tanto como estará em Os Filhos de Húrin, a sair a 17 de Abril deste ano.

Nesta história acompanhamos Túrin, o filho mais velho do Húrin e primo de Tuor. Desde a queda do seu pai na Nirnaeth Arnoediad, a Batalha das Lágrimas Incontáveis, até a à sua própria queda, Túrin vive amaldiçoado por Morgoth, que se vinga de Húrin castigando os seus filhos. Cedo morre Lalaith, a sua irmã mais nova, e ficando só com a mãe, Morwen, que estava grávida, acaba por ser enviado para Doriath, o reino escondido dos elfos, para ser protegido do mal. Aí é educado e cresce, até de tornar num homem, impaciente para vingar o pai, reencontrar a mãe e conhecer a irmã.

Mas quis o destino, ou a maldição das trevas, que Túrin virasse um foragido e fugisse de Doriath, passando a viver nos ermos. Muito se passa aqui, mas o importante é que o nosso invulgar e orgulhoso herói, já tão amaldiçoado e amaldiçoador de tantos, acaba por ir parar às fronteiras de Doriath, onde decide viver em paz e entregar sua vida ao destino.

Mas a sua mãe e irmã já se encontravam em Doriath, e sabendo do destino de Túrin partem na sua busca. Perdem-se ambas, a primeira porque morre, a segunda porque é iludida por um dragão. Mas esta, sem memória, acaba por ir parar aos braços de Túrin, mais não digo.

O final é trágico, mas merecido e esperado. A maldição cumpriu-se e os filhos de Húrin perderam-se para sempre, mas não sem antes influenciarem todo um mundo à sua volta. Gostei da história e sem dúvida que pretendo ler a obra que a completa.

Nesta Primeira Era de Contos Inacabados de Númenor e da Terra Média são nos contadas as histórias de dois homens, Tuor e Túrin, num mundo guiado por elfos imortais e poderosos deuses. São, sem dúvida, histórias bem representativas da qualidade da escrita de Tolkien, mas sobretudo de grande beleza e magnificência.

Boa semana e Boas leituras!!!

Publicado por Fábio J. às 22:55

CAROS COLEGAS DE LEITURA
CONCORDO QUE A COLECÇÃO DO ERAGON É UMA DAS MELHORES MAS A TRIOLOGIA DA FILHA DOS MUNDOS NAO LHE FICA ATRAS.
ACHA QUE SAO QUE SAO AMBAS UM ESPECTACULO.
MAS O FILME DO ERAGON COMPARADO COM O LIVRO ESTA UMA TRETA.

NAO ACHAM??
ARYA a 7 de Março de 2007 às 19:20

Concordo plenamente. O filme do Eragon é estranho, incompleto... confuso tanto para quem leu o livro como para quem não leu. Vale apenas pelos cenários e caracterizações, mas, no argumento, as falhas são muitas.
Quanto à trilogia A Filha dos Mundos... devo dizer que foi uma agradável surpresa... Não fica atrás da história de Eragon, realmente... mas é difícil comparar, pois ainda não sei como termina todo o enredo de Eragon.
Pink Robot a 20 de Abril de 2007 às 19:28

Magnificiência, sem dúvida. E um mundo complexo que nos envolve totalmente. Agora nesses nomes que referiste...Morgoth não foi o antecessor de Sauron? Tinha ideia de ter lido sobre ele nO Senhor dos Anéis.. acho que estava relacionado também com os Silmarilli...
cricri a 14 de Março de 2007 às 13:58

Sem dúvida palavras únicas, as de Tokien.
E sim, Morghth (ou Melkor) foi o antecessor de Sauron, de certa forma foi o seu mestre.
E sim também. Grande parte das guerras causadas por Morgoth na 1ª Era deveram-se à luta pelo Silmarils. Aliás, grande parte da acção da 1ª Era se deve à existência dos Silmarilis...

Boa aluna, sim senhor!

hehe, ora boa aluna... Mas tenho ainda algumas ideias de coisas que li no Senhor dos Anéis, visto que são muito completos e têm muita informação complementar e agra como estamos a falar tanto de Tolkien há coisas que me relembro. Obrigada pelas respostas. Mas nem imaginas como isto me está a deixar em pulgas para voltar a ler Tolkien! ;)
cricri a 15 de Março de 2007 às 20:12

Boa aluna sim senhor! Eu talvez não venha a ter assim tantas "recordações" sobre o que li de Tolkien, principalmente por este ser um mundo tão vasto como é. É quase como decorar toda a matéria de história que dávamos na escola (talvez seja por isso que acho Tolkien tão fascinante e completo).

Ainda bem que estás "re"interessada em ler Tolkien. "Só te faz bem!", para além de serem excelentes obras.

Até Breve e Bom fim-de-semana!
Fábio J. a 16 de Março de 2007 às 18:50

Esta é uma das histórias mais bonitas do livro contos inacados , adoro os nomes das irmãs de Turin , lalaith , e nienil , se não me engano! è uma história rica e muito completa onde o inesperado acontece a turin , e acho que o final é o mais acertado, é triste mas não poderia ser doutra maneira, eu sei qual é o final, mas não o vou revelar. eu não me canso de dizer isto mas a história é realmente muito bonita, para mim esta e a de aldarion o marinheiro são as melhores, e o curioso é que o final da história de aldarion não é do tipo e viveram felizes para sempre.............mas é fascinante!!!!!!!!
mc a 15 de Março de 2007 às 20:56

Sem dúvida que o conto é muito bonito, muito erudito.
Sinceramente achei que o final foi o melhor. Como é lógico eram as personagens principais mas o que poderia acontecer a seguir se o final fosse outro, Turin e Niniel viveriam felizes para sempre? Que horror! Não, foi melhor assim...
Quanto à Andarion devo dizer que não gostei tanto, mas gostei. A teimosia de Aldarion e de Erendis enervava-me, e as atitudes de Ancalime eram igualmente egoistas. Talvez se a história fosse mais desenvolvida fosse possível ter uma melhor interpretação da história, mas sinceramente esta história não me marcou. Talvez por narrar tantas atitudes "estúpidas", bem ao jeito de Númenor aquando a sua queda.
É a minha opinião...

Ainda me falta a quarta parte pois tenho andado a velocidade de caracol e mal tenho lido, mas estou a gostas bastante.

Por isso é que eu gostei da história, porque era totalmente diferente, e porque quando parecia que eles finalmente se iam entender, acontecia qualquer coisa que os voltava a separar. Eu respeito a tua opinião, se tu não gostas..................tudo bem!
Quanta à história de Turin é claro que não poderia acabar de outra maneira, seria realmente um final estúpido se eles ficassem juntos, pois eram irmãos, mas não deixa de ser uma história muito bonita!!!!!!!!!!!
E eu enganei-me no post anterior escrevi nienil em vez de niniel , peço desculpa
mc a 16 de Março de 2007 às 16:27

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa