Março 17 2007

Finalmente esta semana chega ao fim. Foi cansativa, muito ocupada e má em leituras, mas chegou ao fim. A seguir dela virá outra que se espera mais livre e bem passada.

Mas houve algo que marcou profundamente esta semana a nível literário, não fosse esse algo o mais importante galardão literário da língua portuguesa, no valor de 100 mil euros, o Prémio Camões. Este prémio, criado em 1988 pelos governos de Portugal e Brasil para estreitar os laços culturais entre os vários países lusófonos e valorizar o património literário e cultural da língua portuguesa, foi na quarta-feira passada atribuído a António Lobo Antunes, um dos mais importantes e reconhecidos internacionalmente escritores portugueses.

Anunciado no Rio de Janeiro, esta distinção dum júri de dois portugueses, dois brasileiros, um moçambicano e um angolano, foi amplamente classificado como “mais que justa”, “natural” e “merecida pela obra notável”.

Este médico psiquiatra, de 64 anos, é um dos escritores portugueses mais lidos, vendidos e traduzidos em todo o mundo e um eterno “nobelizádo”. Possuidor duma escrita variada, Lobo Antunes apresenta livros obsessivos e labirínticos, concedendo um tom geral de complexidade e “paranóia” às suas obras.

A sua última obra publicada, Ontem não te vi em Babilónia, é o seu 18º romance dum total de 26 títulos publicados e traduzidos em 16 línguas. António Lobo Antunes recebeu, ao longo de 28 anos de carreira literária, distinções como o Prémio Internacional União Latina (2003), Prémio France-Culture (1996 e 1997), Prémio Tradução Portugal/Frankfurt (1997), Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores (1985 e 1999), Prémio de Literatura Europeia do Estado Austríaco (2000), entre muitos outros.

Com este prémio é esperada uma maior atenção por parte da crítica e do público internacional ao autor, dado que esta distinção tem ampla notabilidade internacional.

Nunca li o autor, mas esta distinção despertou em mim alguma curiosidade em relação à sua obra. Espero que o mesmo tenha acontecido com os visitantes do blog. Deixo aqui um site, não oficial, sobre o autor para os curiosos.

 

*

Bom fim-de-semana e Boas Leituras!!!

Publicado por Fábio J. às 19:42

Antes de mais palavras escritas, peço desculpa pela minha invasão, mas ja que tinha entrado comecei a ler e tenho que dizer que concordo com o texto, e sim existem semanas que por motivos de força superior a nós não podemos ler uma pagina que seja... falo por mim que já la vai mais que dois meses que interrompi uma leitura e nunca mais retomei por falta de tempo o que começa a ser frustante para qualquer leitor que se prese!
Esta mt bom o blog...
Parabens
Teresa a 17 de Março de 2007 às 20:53

Não é invasão nenhuma! O que dá alma a um blog são os seus visitantes e os seus respectivos comentários, ambos sempre bem-vindos.
Eu também considero frustrante passar muito tempo sem ler, mas mais do que isso, deprimente. A leitura completa o Homem, pelo menos é o que acontece comigo.
Infelizmente nem sempre à tempo para seguirmos esta nossa paixão, mas, pelo menos eu, acredito que dentro em breve as coisa ficarão mais calmas.

Obrigado pela visita e pelo comentário e Até Breve.
Fábio J. a 18 de Março de 2007 às 19:47

Antes de mais, entendo perfeitamente a tua semana..!
Vi nas notícias a atribuiçaõ do prémio Camões a António Lobo Antunes mas, tal como tu, ainda não li nenhum livro do autor. Já ouvi falar bem (e mal, como sempre) dele, mas não posso dar o meu próprio juízo. Fiquei a saber esta semana que era médico psiquiatra, facto que desconhecia. Achei interessante um médico escrever livros, digamos literários e não somente técnicos. Mas acredito que um psiquiatra tenha coisas interessantes para transmitir ao público! Um dia lerei, com certeza.

Aproveita bem o fim-de-semana e este lindo domingo de sol!
cricri a 18 de Março de 2007 às 13:59

Também tenho, por vezes, essa curiosidade e reacção quando encontro um escritor que exerce uma profissão bastante diferente, como é a de médico em relação a escritor. Mas no fundo são poucos os escritores que apenas se dedicam a esta área...

Quanto ao meu Domingo, foi muito bem aproveitado, não hajam dúvidas: Passei a tarde, desde as 14, sentado à secretária a estudar e a fazer exercicios e depois a acabar um trabalho. Para além do facto de estar cheio de dores de costas e de não ter saído de casa, acho que posso dizer que foi um bom Domingo.
De qualquer forma espero que o teu tenha corrido melhor!

Boa semana.
Fábio J. a 18 de Março de 2007 às 19:53

Só um pequeno comentário, que nem se quer é ao post, mas sim à referência do site não oficial de António Lobo Antunes: o site não foi feito para "curiosos", mas sim para os seus leitores. Os curiosos também se incluem, é verdade, mas dizê-lo assim... pode até considerar que isto é mesquinho, mas não é essa a minha intenção. De qualquer forma, muito obrigado pela referência.
José Alexandre Ramos a 18 de Março de 2007 às 19:09

Desde já peço desculpa se ofendi ou não foi correcto com alguém, mas o que se passa não é mais do que uma interpretação mais subjectiva. Quanto escrevi "curiosos" referia-me aos interessados, leitores ou futuros leitores, ou simplesmente aqueles que, dado o acontecimento em que Lobo Antunes está envolvido, gostariam de saber mais sobre o autor. Não é esse o propósito do seu site? No fundo todo aquele que se interessar pelo autor e quiser saber mais sobre ele pesquisará, o que fará com que o seu site seja visitado por "curiosos", pois no fundo é isso que todos os interessados o são: "curiosos".
Mais uma vez refiro que não tive qualquer intenção pejorativa ao referir o site.

Até Breve!
Fábio J. a 18 de Março de 2007 às 20:07

Peço desculpa por me estar a imiscuir mas tinha de dizer: é ridículo dizer que o site foi feito para leitores e não para curiosos. Qual o leitor que não possui curiosidade? Se não for curioso nunca se poderá interessar por um autor e, consequentemente, ler os seus livros. Além do mais os sites estão online, acessíveis a todos para isso mesmo: todos poderem aceder. Seja um leitor assíduo, um aluno que precise fazer um trabalho, ou um curioso. Não é esse o propósito da internet? Fazer chegar informação a todos?
Tenho a certeza que o Crítico não deu o sentido que você julgou à palavra "curioso" (aliás, está num blog sobre livros é óbvio que o "curiosos" se referia principalmente a nós leitores) mas acho que teve uma atitude discriminatória com este comentário.
Peço desculpa por este meu comentário, mas blogs são locais para isso mesmo - dar a nossa opinião.
cricri a 19 de Março de 2007 às 14:48

Eu também ouvia a noticia da atribuição do prémio Camões ao escritor António Lobo Antunes, e embora já tenha ouvido falar muito dos seus livros, nunca li nenhum. Acho graça ao titulo de um dos livros dele "os cus de judas"!!!!!!!!! Deve ser um livro muito interessante, talvez um dia decida lê-lo . Mas, por enquanto estou a ler outro livro. Depois de ter lido a peça "felizmente há luar", porque a estamos a estudar em português, tomei coragem e voltei a ler o "memorial do convento", que já ando a ler à mais de meio ano, mas desta vez acho que estou a fazer progressos, e acho que é desta que o acabo, pois só me falta um capitulo. Existe muita gente que gosta deste livro, eu pessoalmente não gosto.

Mas já me estou a afastar do tema do post . Vou pensar seriamente em ler um livro deste escritor, nem que seja para experimentar algo de novo, pois ultimamente só tenho lido livros de fantasia, e está-me a apetecer ler algo completamente diferente.

Continua a postar!!!!!!!!!!!
mc a 18 de Março de 2007 às 21:22

Quando fazia uma pequena pesquisa sobre o autor reparei que uma das obras com mais destaque é exactamente essa: "Cus de Judas". Já tive oportunidade ler alguns excertos do autor e, embora seja sem dúvida um pouco inebriante e confusa (um dos factos que torna a sua obra tão admirada - é verdade!) tem o seu quê interessante. Fez-me lembrar Saramago, embora nunca tenha lido uma obra deste (estranho, não?!).

Tal como queria ler algo diferente de fantasia. É bom variar e eu, embora adore este género, queria voltar a ler um Dan Brown ou algo do género. Tenho de pensar nisto, pois os livros que tenho por aqui são todos fantasia.

Até Breve!
Fábio J. a 19 de Março de 2007 às 17:45

Tambem nunca li autor mas conheço quem o tenha feitio e diz que é um vicio. apesar de só ser possivel adaptação da leitura apartir do terceiro quarto livro. Fiquei curiosa quanto ao prémio e também escrevi no meu blog sobre ele.

Cláudia Oliveira a 19 de Março de 2007 às 18:41

Essa de o autor ser de difícil adaptação é uma coisa boa ou má? Provavelmente é boa. Quer dizer o que autor tem uma escrita muito pessoal e original. Digamos que acabas de aumentar o desafio para quem quiser ler a obra deste premiado.

Quem sabe a curiosidade não me convence a lê-lo.
Fábio J. a 19 de Março de 2007 às 22:37

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa