Abril 02 2007
Hoje dirigi-me aos Correios da minha zona, para enviar uma encomenda. Poderia falar dos problemas já mais que debatidos dos Serviços Públicos, mas a verdade é que não tive razão de queixa. Não gosto destas ideias preconcebidas, e até me deparei com uma iniciativa muito louvável: a venda livros ali, nos balcões dos correios. A iniciativa não é nova, no entanto, não deixa de ser um incentivo notável à leitura. Afinal de contas, o incentivo é necessário, e muito!
A prova disso é este dia. Comemora-se, hoje, o Dia Internacional do Livro Infantil, sem dúvida com grande importância. Este dia, 2 de Abril, foi escolhido por ser o dia de nascimento dum dos maiores mentores da literatura infantil. Um dos maiores e melhores: o escritor dinamarquês Hans Christian Andersen, autor de, por exemplo, O Patinho Feio, O Soldadinho de Chumbo, A Pequena Sereia, entre centenas de outros emblemáticos contos.
Para assinalar este dia, o IBBY (International Board on Books for Young People) divulga anualmente uma mensagem de incentivo à leitura dirigida às crianças de todo o mundo. Este ano, coube à escritora Margaret Mahy, da Nova Zelândia, a elaboração da mensagem. Leiam, vale a pena.
Quando falamos em literatura infantil referimo-nos à literatura destinada especialmente às crianças entre dois a dez anos de idade. Mas qual é, então, a importância da leitura nas crianças com uns verdes 2 anos de idade, em que a própria expressão oral ainda é um desafio? A resposta é simples: porque só dando às crianças, desde cedo, a oportunidade de tocar num livro, de o sentir e saber o que representa o podemos ajudar a descobrir o prazer da leitura e a elevar os baixos níveis de literacia registados em Portugal, fazendo dos jovens e adultos de amanhã cidadãos cultos, informados e críticos.
Uma obra infantil precisa ser interessante e, acima de tudo, estimular a criança, não só pela linguagem simples e clara, mas também com imagens e texturas. À medida que a idade vai aumentando é necessário apresentar textos cada vez maiores e factos cada vez mais complicados e explicativos, uma vez que o jovem leitor é estimulado a encontrar respostas por ele mesmo. É o começo da racionalização.
Neste dia, levar uma criança a uma livraria, ou mesmo à biblioteca municipal, e ajuda-lo a comprar ou requisitar um livro adaptado à idade é um dos mais importantes gestos que podemos fazer por eles. Conte-lhe, no mínimo, uma história. Todas as crianças gostam duma.
Mostrar às crianças que um livro não é um “bicho-de-sete-cabeças” nem uma chatice, mas sim uma aventura e uma parte da construção da sua personalidade é um acto louvável. O futuro delas, e da sociedade, agradece.
Ainda hoje me encanto com a simplicidade e as mensagens morais destas obras. São necessárias, e o final feliz que quase sempre apresentam não poderia ser mais emblemático.
Lembrem-se, a leitura é importante e é fundamental que se comece de pequeno.
Até Breve e Boas Leituras!!
Publicado por Fábio J. às 18:09

Desconhecia que hoje era o dia internacional do livro infantil, obrigada pelo aviso, é bom saber estas coisas

Devo dizer que concordo contigo, as crianças devem ser "apresentadas" aos livros desde pequeninas, acho que é fundamental. Ajuda-os a ver o mundo numa outra perspectiva, a porem-se no lugar do outro, a usar a imaginação, e a desenvolver uma coisinha que se chama cérebro.

Quanto ao Sr. Hans Christian Andersen só tenho a dizer que adoro os seus livros que cresci a ouvi.lo pela boca da minha mãe, que os decorei e depois era eu que os contava à minha mãe, e mais tarde passei a lê-los por mim. De certa forma forma eles que me introduziram esta paixão pelos livros, pelas suas histórias, pelo que representam na minha vida, e por isso só tenho de lhe agradecer

Podia dizer muito mais, elogiar os benefícios da literatura e dos livros visto que têm muitos mas isto é só um comentário e fica aqui só uma referência a eles..

Bjo*
Night_Angel a 2 de Abril de 2007 às 18:35

É para isso que este blog também serve. Para promover e dar a conhecer estas datas.

Concordo plenamente contigo. Para além de serem um óptimo entretenimento (pois também o são), os livros estimulam as competências e o raciocinio das crianças. E é importante desenvolver a imaginação e a capacidade de reconhecer que o mundo não tem fronteiras. Existem formas de ser diferente.

Acho que não deve existir criança no mundo ocidental que nunca tenha lido H. C. Andersen. Na escola é um autor imprescindivel. E quantas são as obras influenciadas por este autor! Este sim é um marco na literatura. E pelos vistos tens uma relação muito especial com a sua obra. Ainda hoje gosto de a ler.

Os benefícios da leituras são muitos, disso ninguém deve ter dúvidas!

Até Breve!
Fábio J. a 2 de Abril de 2007 às 19:49

Realmente Hans Christian Andersen foi um grande autor de histórias infantis...aprendi bastante com ele e adorava as histórias dele.
Olha, qual foi a operação que tu fizeste para acrescentar mais sobre a notícia em "Ler Mais"? É que às vezes, as notícias de HP são extensas e muitas vezes dava-me jeito colocar "Ler Mais" para continuar (quem quisesse) o resto da notícia. Poderias-me explicar isso, se não te importasses?
Cornelius Fudge a 2 de Abril de 2007 às 18:44

Acho que todos os jovens se devem recordar deste autor. É presença fulcral em qualquer manual escolar das crianças... e todos nós aprendemos, certamente, muito com ele.

No dia em que a página de login dos blogs mudou fui até ao blog oficial dos Blogs Sapo. É lá que são apresentadas muitas das alterações feitas nas configurações dos blogs. Recomendo-te a ir lá.
Esta opção é simples. No local onde escreves o texto para o blog existe, nos icones, entre o "sapo" e um CD, um icone com linhas rectas e uma curva.
Basta carregar no icone e aparecerá uma caixa de texto onde deves escrever o texto que pretendes que não apareça na página inicial.
É facil e muito útil...

Até Breve!
Fábio J. a 2 de Abril de 2007 às 20:05

Acho! E realmente apaixonante!
Adorei o texto, adorei!
Desconhecia que hoje era o dia internacional do livro infantil!Julgo que tinha lido alguma coisa sobre associarem uma comemoraçao ao aniversario de Hans Christian Andersen mas nao me recordava.
Semre gostei de livros infantis! Acho-os tao magicos; tao queridos! E o mais importante é que todas as historias infantis, que se prezem, tem uma moral! Julgo que isso é muito importante para transmitir bons valores a criança! Ler ajuda-a a divertir-se, a aprender factos e aprender valores.
Julgo que gosto tanto de ler por isso mesmo: leio desde cedo. Nao as palavras mas o simples pegar no livro sempre foi bom para mim. Quando era mais nova ia buscar livros, as escondidas, da biblioteca da casa onde morava, abria-os, folheava-os, apreciava as imagens e depois ia coloca-los de novo. Quase todos os dias ia buscar um, so sabiam os meus pais, e tinha 4 anos. Todas as noites a mlinah mae me contava historias para adormecer. Os 3 Porquinhos, a Branca de Neve, muitos contos infantis que adorava ouvir! Sempre gostei aue me contassem historias, fossem elas narradas oralmente ou por escrito.
Todas as crianças deveriam gostar de ler, é uma janela para o mundo, o nosso mundo e para o mundo que elas queiram!

Bons Anjos e Demonios!
cricri a 2 de Abril de 2007 às 22:21

Um comentário completíssimo. Os livros, principalmente os infantis, são mágicos, tanto pelas mensagens e valores que transmitem como pela possibilidade que oferecem, deixando-nos viajar por outros mundos.
É importante estimular a imaginação e o conhecimento desde cedo.
Quando era mais pequeno lia imensa banda desenhada. Ainda tenho vários dos pequenos livros que coleccionava. E contos infantis sobre anões, gnomos, fadas e animais falantes! Confesso que todos os que têm um título mais especificado não estão à mostra, no meu quarto. Não sei porque coloquei-os no meu armário, numa prateleira, em cima. Mas ainda me lembro bem daqueles livros com poucas palavras e magnificas imagens. A minha imaginação fervilhava ao ver aquilo. Ainda hoje fervilha, para ser sincero...

O livro deveria ser um objecto constante no crescimento de qualquer criança, mas nem sempre o é. E acredito que nem todos conheçam os seus beneficios. "Filho de peixe peixinho é", e filho de quem não sabe o que é pegar num livro ou teve a possibilidade de, na escola ou em casa, pegar num, não achará muita piada a estes objectos.
Já tu devias ser uma verdadeira exploradora literária!

P.S.: Os Anjos vão bem. Os Demónios melhor ainda!

Eu também lia luita banda desenhada! Tinha uns 15 livros de uma colecçao que se chama "Super Picsouo Géant", é o Tio Patinahs mas em versao "gigante". O meu pai levava-me muitos quando ainda nem sabia ler. Mas mesmo agora continuo a gostar de banda desenhada. Nem todos e nao tenho muitos livros, ams gosto! Tanto o tio Patinhas, apesar de ja ter perdido um pouco da magia inicial, mas Asterix! Gosto muito!

A maior parte dos livros da minha infancia ja nao estao no meu quarto, até porque com as mudanças de casa e talvez alguns que os meus pais tenham dado, desapareceram. Mas ainda tenho alguns e aqueles que mais me marcaram e quando as vezes estou a arrumar ou procuro alguma coisa e dou com eles sou capaz de lhes dar uma vista de olhos . Nao dizem que recordar é vive? ! ;)
cricri a 3 de Abril de 2007 às 13:23

So para dizer ( desculpa la...) que Hans Christian Andersen é o meu autor favorito de contos infantis. Achzi-o super interessante qudno uma vez vi um programa sobre ele, deve fazer hoje um ano, mas adoro, principalmente, o seu conto A Pequena Sereia. A Disney adaptou-o njum final feliz, mas se nao me engano a historia tinha um final trsite e, a que aprendi quqndo era pequena, a pequena sereia tinha de matar o principe para regressar ao mar. Sem coragem, ela propria se crava um punhal e se transforma para sempre em espuma do mar. Foi um conto que me marcou.
cricri a 2 de Abril de 2007 às 22:34

Acho que todas as crianças foram influenciadas por este escritor, directa ou indirectamente.
Bem, essa versão da pequena sereia não conhecia. E que revolução! Mas prefiro. Pode ser por já ser mais velho, no entanto a parte em que ela se mata é muito mais emocionante. Marcou-te! Talvez se ela não se suicidasse não fosse uma história tão sentimental... Eu adorei essa versão, sério!

Bem, até há próxima. Por este andar ainda vou parar a ler contos infantis novamente... e não me havia mal.

Até Breve!
Fábio J. a 2 de Abril de 2007 às 23:08

Concordo com a ideia de intriduzir nas crianças desde cedo o gosto pela leitura, pois esta leva à difusão da cultura e ao desenvolvimento do raciocinio. Além disso quanto mais jovens forem mais fácil será adquirirem este gosto tão importante.

Falaste Hans Christian Andersen, conheço os seus contos, mas os meus favoritos são os irmãos Green. Além disso penso que as crianças deviam ler (ou deviam ler-lhe) fabulas que assim, aos poucos vão assimilando lições de vida e a distingir o bem do mal de uma maneira simples e de uma forma que quase de certeza os mais novos adorariam. Acho que nesta área se destacam Esopo e La Fontene.
Enfim é como disseste: a leitura é importante e é fundamental que se comece de pequeno.

Boas leituras e boas ferias
leitor a 3 de Abril de 2007 às 19:26

Falaste nas fábulas. Eram o meu "género" de contos infantil favoritos. Animais falantes, mundos escondidos no nosso: achava aquilo fascinante... e ainda acho!
Talvez ainda mais que H. C. Andersen, os irmão Grimm (era isto que querias escrever não era?) são criadores incriveis. Grande parte dos contos infantis que todos sabemos de cabeça são deles: A Cinderela, A Bela Adormecida, Capuchinho Vermelho, enfim, montes deles. Foram criadores incriveis, a quem todos devemos agradecer. E todas estas histórias têm um moral, o que aumenta ainda mais os aspectos positivos duma leituras desde criança.

Bom resto de férias...
Fábio J. a 4 de Abril de 2007 às 18:29

Estou a concluir uma licenciatura em educação de infancia e eis que procurava mais sobre a importancia das histórias na educação pré-escolar e cheguei aqui...Parabens pelo blog!!!
sara a 9 de Maio de 2007 às 16:22

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa