Abril 17 2007
Acabei esta tarde de ler o livro I da história de O Senhor dos Anéis. Não o primeiro volume, digamos assim – A Irmandade do Anel – mas sim uma das seis partes em que se divide a história. Vendo bem, não sei que parte salientaria. A história já não me é estranha, graças aos filmes, contudo, tanto devido às diferenças lógicas de apresentação como às reais diferenças na história, que até são bastantes, continua a ser uma leitura interessante e com surpresas.
Comecei a ler esta trilogia, provavelmente, por gostar da história que anteriormente conheci e o mesmo talvez se passe com uma outra obra de J. R. R. Tolkien que hoje é lançada: Os Filhos de Húrin.
A Tolkien Gateway refere que “o lançamento deste livro marca um momento histórico” na História da Terra-Média, e certamente não se engana. Já apresentada em O Silmarillion e em Contos Inacabados de Númenor e da Terra Média este livro propõe-se narrar esta bela e simultaneamente trágica história sobre Túrin, filho de Húrin. Christopher Tolkien diz que “quando O Senhor dos Anéis estava terminado, ele [o pai] escreveu-a de novo, fê-la crescer grandemente em complexidade: ela tornou-se a história dominante no seu trabalho final sobre a Terra Média”.
Tal como já aqui referi, esta história passa-se muito antes dos tempos de O Senhor dos Anéis, na Beleriand, para lá dos Portos Cinzentos. Nesse tempo, Morgoth atormenta o mundo e guerreia os homens, e para se vingar de um deles, Húrin, o homem que ousou desafiá-lo e zombá-lo na sua própria face, amaldiçoa os seus filhos.
Contra eles, enviou o seu mais formidável servidor, Glaurung, um poderoso e corrompido dragão de fogo. Nesta história de conquista brutal e evasão, de esconderijos em florestas e perseguição, de resistência apesar do desespero, o Senhor Negro e o Dragão revelam-se de forma sombriamente articulada. Sardónico e trocista, Glaurung manipulou os destinos de Túrin e Niënor com mentiras e astúcia e falsidade diabólica. No fim, a maldição de Morgoth foi cumprida.
Da autoria do mestre e com edição do seu filho esta promete ser uma renovada e apaixonante obra, indispensável aos fiéis leitores do escritor.
Resta dizer que esta obra é ilustrada por Alan Lee, com trinta ilustrações a preto e branco e oito imagens a cores, e contem vários complementos como genealogias, mapas, listas de nomes e outras notas editoriais sobre a história.
89 anos depois de ser iniciada, esta história é finalmente publicada como uma obra singular. Não saberemos se poderá voltar a ser publicado outro livro assinado por Tolkien e por isso é necessário assinalar este dia, o dia em que um dos maiores escritores do século XX volta a estar nas bancas.
Eu lerei!
 

Os Filhos de Húrin de J. R. R. Tolkien

Até Breve e Boas Leituras!!!
Publicado por Fábio J. às 17:23

ola
como tem corrido a escola???
na minha vai-se trabalhando.
de leituras so tenho relido alguns livros que continuam para nao me esquecer de pormenores.
agora que ja acabaste de ler O Senhor do Aneis que vais ler????
ARYA a 17 de Abril de 2007 às 21:22

Bem, ainda hoje tive um exercicio de avaliação, mas foi relativamente facil. No geral tem ido bastante bem, talvez por que ainda não começaram os testes.
Em relação ao Senhor dos Anéis devo dizer que não me fiz entender. É que apesar da história ser uma trilogia - com três livros singulares - a história em si está dividida em 5 partes, partes que em cada livro são designadas de "Livro". Na realidade ainda só li metade da Irmandade do Anel, mas pretendo acabar a obra esta semana.

Bom resto de semana e bom trabalho.
Fábio J. a 18 de Abril de 2007 às 19:59

Logo vi que este livro não te ia escapar!

:)

Abraço!
sá morais a 18 de Abril de 2007 às 17:49

E podia escapar?
Não são todos os dias que temos o ressurgir dum mestre na literatura fantástica, ou melhor, um dos maiores criadores literários do século XX!

Só me resta ler a obra!

Abraço.
Fábio J. a 18 de Abril de 2007 às 20:09

Apenas corrigindo: a obra divide-se em 6 livros e não 5... cada volume contém 2 livros.
E aconselho-te a ler (depois de acabares de ler O Senhor dos Anéis) "O Silmarillion", antes de te aventurares nos Filhos de Húrin (que já tive o prazer de acabar!)... Dá-te um contexto maior da história ;)

Bom blog! hei de voltar!
Mr. Lee a 22 de Abril de 2007 às 14:45

Podia jurar que "O Regresso do Rei" era apenas um livro (relativamente aos 5 (ou 6). Já não me lembro de onde tirei esta informação, mas como ainda só tenho os dois primeiros volumes da trilogia não posso confirmar. Mas irei corrigir o post, desde já obrigado.
Em relação aos Filhos de Húrin, bem, eu já li a história tanto em "O Silmarillion" como em "Contos Inacabados (...)", logo acho que estou "preparado" para ler este livro. Mas tens razão, em "O Silmarillion" a história é apresentada num contexto histórico mais abrangente.

Então até à próxima...
Fábio J. a 22 de Abril de 2007 às 15:25

Olá Crítico!
Regressei! :)
Como estive um pouco à parte do mundo, neste último mês nem me apercebi desse lançamento. Como planeio nas férias ler os restantes livros de Tolkien, talvez esse também seja uma opção. Espero que o facto de ter sido acabado pelo filho de Tolkien não se faça notar..Mas será difícil. De qualquer maneira, não dizem que filho de peixe sabe nadar? Espero que assim seja, e nesse caso, estaremos diante de uma belíssima obra!
Um dia que merece ser assinalável, sem dúvida!
cricri a 28 de Abril de 2007 às 16:27

Ei-la de volta!
Ainda bem que voltaste, sentia falto dos teus comentários.
Quanto a este livro, talvez o leia na férias, tal como tu. Já conheço a história mas é sempre bom aprofundar, principalmente esta história, tão dramática.
Quanto à edição do filho, bem, isso não me preocupa. Em O Silmarillion também houve edição de Christopher e mas não se notam diferenças, e as suas notas em Contos Inacabado só provam que ele conhece o mundo criado pelo pai melhor do que ninguém.
Resta esperar... talvez esta seja a última obra de Tolkien a ser editada, não se pode perder!
Fábio J. a 28 de Abril de 2007 às 21:53

Pelo que percebi esta é a história mais detalhada de Turin e de Hurin seu pai, que já foi contada em contos inacabados de numenor . Não é assim? Não fazia a menor ideia, aliás nem sequer associei o nome, mas agora que sei, fiquei mesmo tentada a ler este livro, pois quando li contos inacabados de numenor esta foi uma das histórias que mais suscitou o meu interesse. Só é pena eu saber como acaba a história. Assim todo o mistério do livro desaparece!
mc a 29 de Abril de 2007 às 22:16

Sim, é como disseste.
Sinceramente não sei se haverá algum tipo de surpresa neste livro, para quem já leu a história em outras obras. Mas sem dúvida é um marco, e esta história é das mais simbólicas de Tolkien, não só pelo incesto mas também pelas emoções transmitidas.
É como no Senhor dos Aneis. A ler esta história não o farei para conhecer a história (pois conheço-a bem) mas para aprofundar e maravilhar-me. Mas mistério, certamente, já não há muito.

Talvez o leia depois do SDA.

Pois o grande problema deste livro é eu já saber como acaba. Eu já li......o resumo desta história em contos inacabados e por isso algum do encanto da história desapareceu, penso que é idêntico aquilo que te aconteceu ao leres o senhor dos anéis . Mas mesmo assim gostava de aprofundar mais esta história, pois a história de Turin cativou-me............... não sei acho que vou ter de pensar se vou ou não comprar este livro. Por agora vou ler um livro totalmente diferente, "diário de princesa" da meg cabot . É um daqueles livros muito ligeirinhos que se lêem em uma duas noites no máximo, mas que não deixam de ser interessantes.
mc a 30 de Abril de 2007 às 23:50

Não conheço muito Meg Cabot, apenas sei (acho) que escreve para adolescentes.
O Diário de Princesa já deu filme não já? Ou estou a confundir ou também há um filme com esse nome, no qual há uma Mia que vira princesa. Daí achar que existe ligação.
Despois diz-me alguma coisa sobre o livro e, se souberes, sobre o filme.

Bye

Sim esses livros já deram origens a filmes, já foram feitos 2 filmes com base nestes livros.

O livro o diário de princesa um, assim como os restantes são livros só para "descontrair",pois são um bocado como tu dizes livros para adolescentes, aliás os livros retratam mesmo a vida de uma adolescente que de um dia para o outro descobre que é uma princesa. é um livro engraçado, não é nenhum prémio novel, ou nenhuma grande revelação da literatura, mas de vez em quando sabe bem lermos uma coisa um pouco mais ligeira, para nos rirmos um pouco e também para quebrar a monotonia. Pois no meu caso já nem me lembrava quando tinha lido um livro que não fosse de fantasia, com excepção dos livros que tenho de ler para a escola. Se bem que continuo adorar os livros de fantasia, são a minha perdição, e o meu grande vicio.
mc a 1 de Maio de 2007 às 20:28

Boa tarde.
Sou muito fã do Senhor dos Anéis, Eragon, entre outros depois que descbri que foi lançado O Filho de Húrin, busco um local que venda o mesmo mas não acho.Gostaria de saber se você sabe onde posso encontrá-lo?
Add meu orkut : http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=3419677419187681587
ou msn: josepaulo_chrysophylax@hotmail.com.
Valeu.
Jose Paulo a 30 de Agosto de 2008 às 17:33

Caro Paulo,
Como deve saber, a obra ainda não foi publicada no Brasil (de onde penso que seja), nem há data prevista para isso.
No entanto, existem várias livrarias virtuais portuguesas que vendem para fora do país. Entre elas está a Webboom.pt, ou a Fnac.pt. Esta última tem lojas no Brasil, mas não sei se isso proporcionará custos de envio mais baratos.

Espero que consiga ler esta interessante história.
Até breve!
Fábio J. a 31 de Agosto de 2008 às 20:50

Ok, obrigado pela atenção vou procurar saber nas lojas que você me indicou.
Jose Paulo Margarido Miguens a 31 de Agosto de 2008 às 23:10

O livro está disponível no Brasil sim, comprei meu exemplar no Submarino...é muito bom, eu recomendo.
Henderson a 3 de Fevereiro de 2010 às 16:49

Olá, adorei o blog e as dicas de leitura,muito bom mesmo.
E já que você curte livros de todos os gêneros gostaria que você visitasse essa página e se possivel comentasse,grande abraço...

http://dayli.zip.net/ (http://dayli.zip.net/) 
L.MICHELLY a 6 de Fevereiro de 2010 às 19:05

Lí a trilogia do senhor dos anéis e gostei mais da sociedade do anel, pois contava um pouco da estória dos hobbits e  seus hábitos, tbm conta parte da estória dos anéis do poder( que eu só pude compreender melhor no Silmarillion) e as aventuras deles enquanto estavam todos juntos.A partir do segundo livro q é quando eles se separam a leitura fica muito cansativa. A pesar da narrativa do livro O Hobbit ser voltada para as crianças, eu recomendo a todos, foi o livro que eu mais gostei.O mais compreensível também.
Eu já lí um resumo dessa estória de Húrin e Túrin no Silmarillion. Gostei muito.Mas, será que vale a  pena comprar  esse livro mesmo tendo lendo o resumo no Silmarillion?
Felipe a 11 de Janeiro de 2011 às 13:11

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa