Maio 13 2007
Falta de tempo e problemas (ainda não resolvidos) com o computador fizeram com que só hoje pudesse publicar algo. Para além disso, não existem grandes novidades sobre o que ando a ler. Desde já as minhas desculpas pelo tempo de desactualização.
Mas para aqueles que se perguntam sobre novas da Trilogia da Herança, de Paolini, trago aqui notícias do Eragon-Shurtuga, embora não oficiais. Segundo consta a data de lançamento do 3º e último livro da trilogia será divulgada neste Verão. Mais do que isto é pura especulação.
A ocupação também não me deixou avançar muito em As Duas Torres, mas pela metade que já li este parece ser um livro mais dinâmico do que o primeiro da trilogia. Mas só no final poderei dar opinião.
Como já há uma semana que não passo por aqui, eis a altura de publicar algo sobre um novo livro. Desta vez toca a Daniel Silva, com a sua obra A Mensageira. Americano, neto adoptivo dum açoriano mas que nunca visitou os Açores, tem 44 anos e é judeu, apesar de ter sido educado como católico. Descreve-se como “um tipo simpático (...) e que, por acaso, escreve bons livros”, mas a realidade é que os seus livros têm um carácter assumidamente comercial. Já escreveu 8 e foram todos best-sellers.
Os seus livros giram em torno da conspiração, num género claramente pós-Código da Vinci, onde politica, religião e sociedade lutam em segredo. Tem 4 livros publicados em Portugal, pela Bertrand: O Confessor, Príncipe de Fogo, Morte em Viena e A Mensageira, por ordem de publicação.
Em A Mensageira acompanhamos Gabriel Allon, um restaurador de arte e espião que está prestes a enfrentar o maior desafio da sua vida. Tudo começa quando um alegado simpatizante da Al-Qaeda é morto em Londres, e no seu computador são encontradas fotografias que levam os serviços secretos israelitas a desconfiar de que a organização terrorista prepara um dos mais arrojados atentados de sempre, no coração do Vaticano.
O Vaticano é alertado mas o inimigo já se infiltrou. A partir daí, Allon irá travar um mortífero duelo de astúcia contra um dos homens mais perigosos do mundo que o levará de uma galeria londrina a uma ilha paradisíaca nas Caraíbas, a um isolado vale na Suíça e, por fim, de regresso ao Vaticano.
“Com a sua intriga intensa e imprevisível, A Mensageira consolida a reputação de Daniel Silva como o melhor autor de thrillers internacionais da sua geração”. “Uma narrativa fascinante de enredos, poder e vingança, pelo campeão de vendas do New York Times, um dos melhores escritores mundiais de ficção de espionagem.”
Assumido como um escritor para entretenimento, Daniel Silva é ainda um autor pouco conhecido em Portugal (quem sabe por causa do nome) mas que começa a conquistar verdadeiros fãs. Comparado a John Le Carré, Graham Greene ou Tom Clancy (mestres de romances em que a espionagem e a guerra fria eram paraíso e purgatório), este é um escritor que fará o leitor passar bons momentos.
Eu lerei...   
A Mensageira de Daniel Silva
Boa Semana e Boas leituras!
Publicado por Fábio J. às 20:02

Vá, não te sintas chateado! Fim de semana é sempre sinónimo de boas coisas!
Compreendo perfeitamente a tua ausência. A nível escolar e mesmo problemas com o computador. Aliás, nem dei pela falta, visto que esta semana nem tive tempo para blogs... Estive a falar sobre o lançamento do terceiro livro da trilogia da herança e foi-me dito que o livro, e nada é certo, mas só deverá sair no verão do próximo ano. Tanto tempo..! Quanto As Duas Torres, eu tinha a sensação que era melhor que o anterior, espero que sim!
Julgo que já tinha ouvido falar deste autor, Daniel Silva... Bem, ultimamente acho que saturei um pouco a escrita, e como bem dizes, pós- Código da Vinci. Talvez por ter lido logo Código da Vinci, Anjos e Demónios e A Conspiração, fiquei com "conspirações" a mais. Mas tenho a certeza que a partir do instante que ler o primeiro capítulo que a história nos absorve. Para já ainda tenho algusn livros do género cá por casa para ler.

Não sei se já acabaste os testes, se não, boa sorte pra esta semana! :)
cricri a 13 de Maio de 2007 às 22:28

Não estou (ou estava) chateado. Não venho para o blog se estiver chateado... os problemas com o PC é que me põem assim, juntamente com certas reacções.
Quanto à Trilogia da Herança acredito bem que seja mesmo só no próximo Verão. A ser divulgada a data neste Verão só no Inverno sairá, em Inglês, e só mais tarde em português... resta esperar.
As Duas Torres está realmente a ser mais interessante. No fundo acho que existe mais tensão, o que o torna mais curioso. E também tem partes realmente diferente do filme, o também traz alguma surpresa.

Quanto à Mensageira penso em ler. É como dizes, provavelmente somos absorvidos no primeiro instante, como com Dan Brown. Não prima pela originalidade, é certo, mas pode oferecer momento de agradável leitura.

Esta semana tenho dois testes. Mas tenho a próxima livre, antes de recomeçarem. Tenho de aproveitar cada momento de pausa.
Até breve!
Fábio J. a 14 de Maio de 2007 às 18:30

ola
tal como aconteceu com a cricri peço desculpa.
quanto ao livro ja ouvi falar. que achas dos livros de Julliet Marillier ( tirando a triologia de Sevenwaters pois esses ja ando ler). uma pesquisa na webboom fezme ficar a saber que ha mais tao ou mais interessantes que o de Sevenwaters.
mais uma vez peço desculpa e espero que nunca apagues o blog.
boa escola
ARYA a 14 de Maio de 2007 às 09:09

Deixa lá. Um blog também devia ser frequentemente actualizado, e este não o é. Tento faze-lo mas, acredita, quando não o faço é porque não dá!
Nunca li mas penso que conheço, de nome, todas as suas obras publicadas em Portugal. Não te posso dizer muito, apenas que todas me parecem andar mais ou menos à volta do mesmo tema, o que não deixa de ser normal. Para além disso, Juliet Marillier é um dos nomes mais reconhecidos mundialmente em relação ao romance fantástico.
Se gostaste dos que leste provavelmente gostarás dos próximos. Mas afinal, a opinião fina sobre a trilogia é boa?

Eu não disse que vou apagar o blog! Simplesmente acho que só vale apenas tê-lo se me der prazer.
Boa semana!
Fábio J. a 14 de Maio de 2007 às 18:40

Como eu te percebo!Os meus problemas, felizmente agora resolvidos, com o computador deixaram-me com os cabelos em pé! mas enfim!

pareceu-me que este Daniel Silva aderiu à moda de escrever livros sobre conspiração. Toda a história do livro me fez lembrar o codigo Da Vinci , mas como eu nunca li nenhum dos dois livros, não posso fazer juízos de valor. Embora pareça interessante, acho que este livro não me cativou muito, mas pronto! não se pode agradar a toda a gente e provavelmente existem muitas pessoas que estão entusiasmadas com a saída deste livro. Tal como eu estou com a saída do terceiro livro do Paolini , que espero seja daqui a pouco tempo.

Ah já sei qual é o meu Daemon , fui ao site indicado no outro post , e não podia estar mais de acordo, identifiquei-me com o tanto com o animal, mas com o seu nome!

Fica bem, e espero que resolvas o teu problema no computador!
mc a 14 de Maio de 2007 às 20:13

Quanto a Daniel Silva, eu pretendo experimentar a sua obra por curiosidade, para tentar perceber se uma conspiração de Daniel Silva é à la Brown. Provavelmente será um livro daqueles que nos entretêm. Um livro comercial mas que não deixa de ser interessante.

Eu gostei do meu Daemon e muito do resultado. Foram só coisas boas (acredito que seja sempre assim, mas não faz mal)!

Até Breve!
Fábio J. a 16 de Maio de 2007 às 21:38

Boas
Estou curioso em comprar este livro!
Dizes que já o comparam a Graham ?? então deve ser bom :)
Leste algumas das outras obras dele? O Príncipe de fogo parece-me um bom titulo p. Já alguém já o leu?
Eu comecei a ler os filhos de hurin ( e tenho a certeza que vou gostar) :)
bem boas leituras

PS; se nao sabes kem eu sou, envieite agr mesmo um mail ( n sei se ajuda P )
Francisco a 17 de Maio de 2007 às 21:41

Olá!
Realmente Daniel Silva é comparado a Graham Greene, e, se a comparação não for feita ao acaso, certamente teremos um escritor para explorar.

Eu ainda não li nenhuma obra dele, mas pretendo ler O Confessor, do qual já li excertos e gostei. Mas todas as suas obras têm boas premissas.
Os Filhos de Húrin é uma obra que "tenho" de ler brevemente...

Como te disse no mail, sei quem és!
Até Breve e Boas Leituras!!!
Fábio J. a 20 de Maio de 2007 às 20:44

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa