Setembro 19 2007
Mesmo durante as férias as actualizações do blog não foram muitas, mas agora, com as aulas e um horário que vai contra os meus hábitos, a possibilidade de passar por aqui menos vezes ganha força. A ver vamos.
Este post refere-se a uma nova saga de fantasia que há algum tempo atrás me despertou a atenção e que teve o seu primeiro volume publicado hoje. As Crónicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, é o título duma série de fantasia que já conquistou fãs um pouco por todo o mundo e que tem sido amplamente elogiada.
Sob a chancela da Saída de Emergência, A Guerra dos Tronos irá dar início a uma série que promete, no mínimo, dar nas vistas. Ou veja-se a campanha feita pela editora: para além duma grande aposta em expositores nas livrarias e hipermercados e distribuição de excertos ao público, é possível também fazer download gratuitamente de Daenerys, A Mãe dos Dragões, uma colectânea dos capítulos dedicados a esta personagem, e ainda obter um segundo livro gratuitamente na compra do primeiro. Parece mentira, mas não é.
Merecedora de comentários críticos como “a melhor fantasia dos últimos 50 anos” e “a mais importante obra de fantasia desde que Bilbo encontrou o Anel”, esta obra é ainda classificada como uma lição a todos os pseudo-escritores de fantasia que têm surgido nos últimos tempos, já que consegue conjugar uma grande originalidade, com um bom enredo e os melhores elementos do fantástico.
A acção desta história começa quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon. Este último convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha: uma cruel manipuladora do clã Lannister. A partir daqui, tragédia, ambição, conspiração e morte desenrolam-se, e nem a família de Eddard, longe no Norte, está em segurança.
Numa obra com proporções épicas como esta, é normal existirem apêndices e mapas, e estes podem já ser encontrados no site da editora. De certa forma sinto-me manipulado por este marketing muito bem elaborado, mas a verdade é que a ideia de o adquirir não me sai da cabeça.
Resta ainda dizer que o segundo volume sairá em Novembro e que em 2008 sairão os volumes 3, 4, 5 e 6. Sem dúvida que está tudo pronto para convencer e satisfazer os futuros leitores portugueses.
Fica aqui a referência. Quem vier a ler o livro faça favor de deixar opinião.

A Guerra dos Tronos de George R. R. Martin
Até breve e Boas leituras!!!
Publicado por Fábio J. às 22:49

Bem, acho que tal como tu, também fiquei com vontade de adquirir o livro. Parece mesmo ser muito interessante.

E se comprares o primeiro eles oferecem o segundo dessa colecção? Aí está uma coisa que nunca tinha visto. Grande campanha, realmente!

Fiquei com muita vontade de o ler, e desde já obrigado por nos trazeres estas sugestões.
Fica bem!
rf a 20 de Setembro de 2007 às 10:09

Acho que me enganei. Fui ver ao site e afinal oferecem outro "A Guerra dos Tronos". Esta percebido e nao deixa de ser uma boa campanha, embora a mim nao me sirva de grande coisa... lol
rf a 20 de Setembro de 2007 às 10:30

Parece-me ser uma história bastante interessante e original. E gostava de a ler.

Também achava melhor que eles oferecessem o 2º da série, mas pelos vistos não. A ideia é comprares um e ofereceres a alguém. Eu, se quiseres que confesse, já combinei com uma amiga de comprarmos um (e ficamos com dois) pagando cada um apenas cerca de 8€. É uma ideia.
Nada é perfeito!

Até à próxima.
Fábio J. a 20 de Setembro de 2007 às 20:33

Bem...este liv ro cativou-me! Numa época em que qualquer pessoa escreve fantasia querem-se coisas de qualidade e originais.
A campanha de marketing é invulgar mas vale a pena ser aproveitada. Tentarei saber mais sobre o livro, se bem que estes tempos talves sejam um pouco complicados..!
Parece mesmo giro!

Mas conta-me lá... estás a ler Os Maias? Que estás a achar?
cricri a 20 de Setembro de 2007 às 22:56

Desde de que li a notícia do lançamento fiquei curioso. Parece-me uma obra de grandes proporções.
Descobri ontem que, pelos vistos, o livro tem a particularidade de o narrador variar de personagem para personagem, conforme o capítulo. Se assim for, a obra marca pela originalidade mesmo na estrutura. Deve ser uma experiencia "diferente" lê-lo.

É verdade, estou a ler Os Maias. Não está a ser bem uma leitura normal, pois como já é a segunda vez que o faço a interpretação é... mais rápida, talvez. Mas estou a gostar. A perspicácia de Eça está a ser muito interessante.
Fábio J. a 22 de Setembro de 2007 às 19:59

Ah pois! (Cabeça a minha)
Agora é que me lembro no início do meu blog que já tinhas dito que o havias lido! :)
Eu gostei de ler e de analisar, é sempre um ponto de vista diferente.

Quanto A Guerra dos Tronos, isso ainda o torna mais interessante. Pergunto-me como será ler assim um livro variando sempre de narrador! Interessante, sem dúvida!
Bjinhos
cricri a 22 de Setembro de 2007 às 20:37

O mais estranho é que já li o primeiro livro da série há uns 5 anos. Editado em português pela Entre Letras e com o nome de "A muralha". Durante anos eu e a minha esposa procuramos pelos volumes seguintes sem sucesso. Parece que é desta que vamos ler a série completa :)
lbaixihno a 23 de Setembro de 2007 às 14:35

Já conhecia "A Muralha" há bastante tempo, mas o nome do autor não me dizia nada. Só agora, com a publicação de A Guerra dos Tronos é que me apercebi do que tratava.
Pelos vistos esta escolha da Saída de Emergência vem mesmo a calhar. Finalmente irá ser possível dar continuação à história.
Mas, já agora, qual a opinião sobre a obra?

Até breve e Boas Leituras!!!
Fábio J. a 23 de Setembro de 2007 às 19:27

Já não me lembro muito bem do livro, já o li há muito tempo para ter uma opinião fundamentada. Vou ter que o reler para continuar com a série.
Mas do que me lembro, é que é um livro bem agradável e que fiquei com muita vontade de ler o resto :)
lbaixinho a 24 de Setembro de 2007 às 13:00

Uma nota para quem leu "A muralha", este novo exemplar da saída de emergência é uma nova tradução.
Katia a 25 de Setembro de 2007 às 12:07

Pois. Continuo, no entanto, a não perceber muito bem se ambas as obras são a tradução do primeiro volume da série: já encontrei tanta "especulação" sobre a antiga edição...
Fábio J. a 26 de Setembro de 2007 às 22:37

Devo dizer que já li o livro e é simplesmente genial - melhor só mesmo as viagens dos hobbits pela Terra Média - está muito bem escrito e é muito cativante, é dificil para de ler. As personagens estão muito bem criadas . vale bem a pena a sua aquisição.
Lucio Moreira a 21 de Outubro de 2007 às 22:19

Já comprei o livro há algum tempo... aliás, foi cerca de uma semana depois do lançamento. Mas ainda não tive oportunidade de o ler.
Espero que seja, realmente, algo muito bom, e se a comparação com o Hobbit é possível, certamente será um bom livro. Praticamente todos os dias pego nele, na ânsia de o devorar. Mas existem leituras com mais prioridade e o tempo não é muito!

Obrigado pela opinião. Agora ainda fiquei mais ansioso!
Até Breve!
Fábio J. a 23 de Outubro de 2007 às 22:57

Acabei de comprar o livro e ainda não comecei a ler. Vamos ver se realmente é bom como dizem.
Rodrigo a 5 de Novembro de 2010 às 23:10

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
dwjjcsl
Boas pessoal eu já li o primeiro livro desta saga ...
Jamais tinha lido algo Tao lindo quanto este roman...
A vida num sopro e de longe I melhor romance que l...
Vários sites disponibilizam livros digitais de liv...
arquivos
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa