Dezembro 20 2007
No passado fim-de-semana, tive a oportunidade de visitar uma livraria tradicional situada numa movimentada rua no centro da cidade, bem como uma Fnac presente num movimentado centro comercial. Em ambas, aproveitei para passear-me por entre as estantes, avaliando o que as componha. No que toca à fantasia, se numa era dado destaque ao que se vende bem e se vende sempre, na outra o destaque era dado principalmente às novidades, muito embora também nesta houvesse fundo editorial.
No entanto, em nenhuma deslumbrei a história de Pedro Ventura, nomeadamente o segundo volume, Goor – A Crónica de Feaglar II, que muito recentemente terminei. E quando alerto para sua ausência, não o faço por esta ser uma obra recente ou nacional. Faço-o porque, agora que a terminei, acredito bastante que seja capaz de agradar e deliciar muitos leitores.
Em Goor – A Crónica de Feaglar I, foram-nos dadas a conhecer as intenções e o temperamento de cada personagem, assim como o contexto da guerra dos Sete Reinos e as razões da demanda até Goor. Mas muito ficou por explicar. Neste segundo volume, desde logo acompanhamos essa fatídica mas determinada demanda em busca de um objecto que trará a paz.
Trágica e repleta de surpresas, a demanda acaba por atingir o seu objectivo, mas desengane-se quem pensar que a história acaba aqui. Num dos momentos mais fascinantes da obra, dá-se uma grande reviravolta e o inimigo mostra-se mais esperto, aproveitando as fraquezas e os erros que caracterizam qualquer humano.
A certa altura não tive dúvidas: estava a ler algo de qualidade superior ao próprio Senhor dos Anéis ou a qualquer outro livro deste género, tal o fulgor e impacto desta narrativa épica! Mas é então que a história entra numa segunda fase, mais serena e um pouco mais apagada. Nisto, as personagens voltam a partir, preparando-se para o destinado confronto final, narrado nas profecias, ansiado pelos povos, temido pelos intervenientes. Mas ao destino – terrível condenação – dificilmente se escapa.
Ao contrário do que aconteceu com o primeiro volume, neste ocorreram-me algumas comparações com outras obras sobejamente conhecidas, mas nada que diminua a grande criatividade do autor, que, tenho de realçar, continua a surpreender pela linguagem cuidada e bem usada, pelos diálogos vivos e pela produtiva imaginação.
Achei injusta a (inesperada) morte de algumas personagens, contudo, o autor conduziu a narrativa a um fim criativo e necessário que, no fundo, representa bem a moral desta estória que em tantos factores é uma perfeita analogia ao nosso mundo real.
O único pecado da narrativa dos dois livros é ser, a meu ver, muito uniforme, faltando o destaque a grandes momentos de fulgor e morte (talvez seja a minha ânsia pelo drama e tragédia a falar mais alto). Mas não é por isto que deixo de aconselhar a obra. Criativa, bem escrita, atraente: a fórmula está dada, agora só falta ler!

Goor - A Crónica de Feaglar II de Pedro Ventura

Boas Leituras!!!

Publicado por Fábio J. às 22:33
Tags: ,

Tive a oportunidade de assistir a uma apresentação do Pedro Ventura (do primeiro volume), no Parque das Nações, por puro acaso. Fui assistir à apresentação do primeiro livro da minha amiga Madalena Santos e assisti à dele também, que antecedeu a dela. Desconhecia a obra dele e fiquei bastante curioso. Mas realmente tenho ideia de poucas vezes ter visto o livro dele nas prateleiras das livrarias. Talvez tenha procurado mal. De qualquer modo ambos estão na lista dos "a comprar" e em breve chegará vez deles. Aí viro meio mundo do avesso até os encontrar.
SkyStorm a 21 de Dezembro de 2007 às 15:13

Talvez não tenhas sido tu a procurar mal: encontrar os livros desta história (assim como de outros escritores pouco mediáticos) pode ser complicado. Mas felizmente existe a Internet! o que pode ser uma grande ajuda, caso estejas habituado a fazer compras online.

Já agora, Feliz Natal para ti e para os teus!
Até Breve!
Fábio J. a 22 de Dezembro de 2007 às 20:18

Confesso que a distracção é algo normal em mim eheh Ontem passei na Fnac e encontrei o segundo volume facilmente. Não encontrei o primeiro, mas também não perguntei por ele. A aquisição é que continuou adiada... os trocos foram para outras prendas de Natal... E por falar nele, Feliz Natal para ti e para os teus também! E para os restantes visitantes deste grande blog!
SkyStorm a 23 de Dezembro de 2007 às 10:08

Rapaz, seu espaço é muito bacana. Gostaria de saber de vc já fez algum comentário sobre o livro A cidade do sol??? Aparece lá no meu também e manda sinal de fumaça. Um abraço
Elenilson
http://orebate-elenilsonnascimento.blogspot.com/
elenilsonascimento@ig.com.br a 23 de Dezembro de 2007 às 15:31

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa