Maio 09 2008
A poucas semanas do Verão, começa-se agora a projectar muitas das actividades e eventos culturais que ocorrem ao ar livre e que já caracterizam a estação. As feiras do livro são um bom exemplo desses eventos, levando as pessoas até à rua para passearem entre os livros expostos e autores convidados mas, principalmente, para comprar aquelas obras que guardamos para ler nas férias ou são lançadas nesta época tão representativa.
A verdade é que, tal como para todos os outros bens que usamos diariamente, cada livro tem um valor, não só o cultural (geralmente indubitável), mas também económico. As feiras do livro representam, logo neste campo, uma oportunidade para aqueles que pretendem adquirir novos títulos em promoções, descontos, ofertas... Mas, constituíram as feiras do livro verdadeiras oportunidades de compra, no actual mercado editorial português e internacional, dominado tanto pela crescente popularização do livro como pelo marketing?
A maioria dos visitantes deste blog considera que sim. É um facto que muitas editoras, juntamente com as câmaras municipais a que se associam, conseguem proporcionar aos visitantes destas feiras alguns preços de venda bastante interessantes ou, em alguns casos, impressionantes. No entanto, regra geral, não consigo descortinar uma real vantagem económica nas feiras do livro.
Criticados por muitos, adorados por outros, os descontos das livrarias virtuais constituem nos dias de hoje uma real e constante oportunidade para quem tem por habito comprar novos títulos. Adaptando-se a esta realidade, também as livrariam convencionais há muito adoptaram o já tradicional (e quase obrigatório) desconto de 10% sobre o preço de editor.
Relembrando as comuns campanhas que as livrarias virtuais fazem ao longo do ano (seja no Natal, no Dia Mundial do Livro, no Dia do Pai ou da Mãe, da Mulher, etc, etc) e a cada vez maior utilização da Internet, bem como o aumento das cadeias de livrarias por todo o país fica claro que, para quem quer comprar livros a preços mais baixos, as opções são muitas.
Não pretendo, com isto, desvalorizar as feiras do livro enquanto evento cultural, local de encontro entre os escritores e os leitores, os editores e o publico, os livros e os seus admiradores. Quanto a isso são, certamente, muito importantes. Mas a realidade é que, no que toca aos preços, as feiras dos livros tem cada vez menos de novo para oferecer.
Curiosamente, tive hoje a oportunidade de vir a participar numa feira do livro da minha zona, como vendedor. Ainda não decidi, mas certamente seria interessante passar horas entre livros e, mais interessante ainda, estar em contacto directo com os visitantes, nos bastidores, tentando perceber se, afinal, as feiras do livro ainda são sinónimo de verdadeiras oportunidades de compra.
    

Feira do livro é sinónimo de boas oportunidades de compra?
 

73.68% Sim
7.01% Não
14.03% Talvez noutros tempos
5.26% Não sei

 

Total: 114 respostas

 

Boas Leituras e boas compras!

 

Publicado por Fábio J. às 23:57
Tags: ,

Bom dia,
Sei que por vezes fazes compras de livros online e, então,
gostava que me tirasses uma dúvida que é a seguinte:
Para comprar livros online, quais as livrarias virtuais que usas? Sei que na maioria das lojas pode-se fazer o pagamento através de cartão de crédito online. É seguro? E quanto aos portes, como é que isso funciona? Compensa fazer compras online?

Obrigado
pp a 10 de Maio de 2008 às 12:44

Olá,
É verdade, eu costumo comprar a maioria dos meus livros através da Internet. É diferente comprar numa livraria convencional, ou mesmo numa Fnac ou qualquer hipermercado, porque nesta situações nunca vou com intenção de comprar nada... compro o que me agradar, se me interessar.

Na Internet tenho a oportunidade de passar horas a ler e comparar sinopses, biografias, e até preços, e pondero o que compro. Eu compro principalmente na Webboom, mas também o faço no site da Fnac ou no de algumas editoras. O da Saída de Emergência é um bom exemplo, já que aproveito as promoções e descontos que lá fazem.
A maioria, como dizes, aceita pagamentos online, através do cartão de crédito. No entanto, penso que só uma vez paguei as minhas comprar dessa forma. Não é que não seja seguro, eu pelo menos tenho plena confiança no sistema. Costumo, sim, pagar no multibanco, como quem paga a luz ou o telemóvel. Este parece-me ser a melhor opção para quem dúvida da total segurança das compras online. Existem ainda excepções como a da Saída de Emergência, que só aceita pagamentos no acto de entrega.

Quanto aos portes, esses variam de lugar para lugar. Normalmente são por tabelas de peso: até uns 7Kg (não sei bem) são, por exemplo na Webboom, 2.50€; e por tipo de transporte: correiro tradicional, expresso... Mas isto varia muito! Na Fnac é, por exemplo, bastante diferente.
Por outro lado existem livrarias virtuais, como a LivrosNet ou mesmo o site da Saída de Emergência, que não cobram portes, o que pode ser bastante vantajoso quando compras poucos livros.

Quanto ao compensar, eu acho que compensa. Não vou defender a comodidade, pois ir a uma livraria é algo bastante diferente: tocas nos livros, sentes-lhes o peso, essas coisas. Para além disso, os descontos feitos pelas livrarias online popularizaram-se nas livrarias convencionais. Mas depois existem as promoções, as ofertas, enfim, oportunidades que não se podem desperdiçar, para já não falar no facto que para mim mais conta: a enormidade da variedade disponível, bem como a informação acerca de cada obra.

O local onde se compra depende muito de quem compra. Eu gosto de passar horas numa livraria online, da mesma forma que gosto de ver as montras das livrarias da minha zona ou algumas secções da Fnac mais próxima. Resumindo: não tens porque não comprar na Internet. Até porque podes continuar a frequentar o comércio tradicional.

Espero ter ajudado. Até Breve!
Fábio J. a 10 de Maio de 2008 às 14:36

É verdade que agora as feiras já não são as únicas grandes oportunidades para se comprar livros que desconto, sim, mas é proveitoso pois (principalmente nas grandes feiras, com muitos editores e livreiros) conseguem-se encontrar livros já um pouco antigos - mais de 5 anos já começa a ser muito, abominavelmente - a excelentes preços, o que não costuma acontecer tanto em livrarias online.
Ainda assim, as feiras estão a tornar-se cada vez mais decadentes, monopolizadas e desinteressantes. A Feira do Livro de Coimbra é um exemplo disso.
Enfim...
Francisco Norega a 10 de Maio de 2008 às 23:14

É verdade que as feiras do livro por vezes têm campanhas excelentes, mas é regra? Eu diria que não.
Para além disso, à excepção da do Porto ou da de Lisboa as outras raramente estão bem representadas, no que toca às editoras. E encontrar livros de fundo de catálogo então é que quase impossível. E não concordo muito com o facto das livrarias virtuais apresentarem preços mais altos nos livros antigos. Aliás, tem se tornado hábito as editoras fazerem descontos e ofertas dos seus livros mais antigos, nos seus sites.

Enfim, parece-me necessário que as feiras do livro se adaptam aos novos tempos, ou ficaram totalmente desinteressantes.

Exacto, eu estava a referir-me a essas duas, principalmente.
E encontrar livros de fundo de catálogo então é que quase impossível. E não concordo muito com o facto das livrarias virtuais apresentarem preços mais altos nos livros antigos. Aliás, tem se tornado hábito as editoras fazerem descontos e ofertas dos seus livros mais antigos, nos seus sites.
Bem, no que toca a livros relativamente antigos de editoras mais pequenas é deveras complicado encontrar alguma coisa na net. Digo eu...

E isso é totalmente verdade. Só as de lisboa e do porto é que se vão aproveitando, e mesmo assim...

Olá de novo...pessoalmente prefiro as livrarias online pois, tal como tu, dou muita importância em ter disponível muita informação sobre as obras e possibilidade de comparar preços...contudo adoro a feira do livro de Lisboa, não sei porquê...ou talvez saiba; penso que será pela mística que todo o evento me transmite...Mudando de assunto peço-te para estares atento ao teu e-mail pois encontrarás lá um desafio meu e do Pedro Ventura que esperamos que venhas a abraçar.
igdrasil(roberto mendes) a 11 de Maio de 2008 às 01:04

ola
realmente acho que a feira do livro é uma boa opurtunidade de comprarmos bons livros. queria saber se sabes alguma coisa sobre o novo livro da sandra carvalho.
ARYA a 11 de Maio de 2008 às 15:48

Nas feiras do livro encontramos sempre bons livros, disso ninguém duvida. Se são em conta, isso já é outra história.

Não percebi se te referias ao mais recente livro de Sandra Carvalho ou te referias ao próximo. Quanto ao último, estou a lê-lo e brevemente direi alguma coisa. Quanto ao próximo nada sei, mas acredito que só para o final deste ano ou início do próximo teremos o quinto livro da saga das Pedras Mágicas.
Fábio J. a 19 de Maio de 2008 às 00:02

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa