Setembro 04 2008
Rosa Lobato de Faria é uma pessoa multifacetada, isso todos nós sabemos. Mulher estimada, actriz popular, escritora com uma vasta obra. Confesso que a tenho em alta consideração, devido ao seu excelente trabalho como actriz, mas nunca li nada da sua autoria. No entanto, o que li, vi e ouvi sobre As Esquinas do Tempo entusiasmou-me e aguçou-me a curiosidade.
O mote desta obra não podia ser mais simples: e se um dia acordássemos numa época que não é a nossa? Como reagiríamos se cruzássemos o tempo e viajássemos através dos séculos, para o passado ou para o futuro? É desta simplicidade que nasce o novo romance da autora portuguesa, com a componente de maravilhoso e criatividade que a caracteriza. 
Em entrevista, na SIC Noticias, a autora revelou acreditar em viagens no tempo. E porque não? Pelo menos na literatura, tudo é possível. Tudo começa assim: “Quando Margarida chegou à Casa da Azenha teve aquela sensação, não desconhecida mas sempre inquietante, de já ter estado ali.”
Margarida é uma jovem professora de Matemática. Um dia vai a Vila Real proferir uma palestra e fica hospedada num turismo de habitação, casa antiga muitíssimo bem conservada e onde, no seu quarto, está dependurado o retrato a óleo de um homem que se parece muito com Miguel, a sua recente paixão.
Por um inexplicável mistério, na manhã seguinte Margarida acorda cem anos atrás, no seio da sua antiga família.
Sem perder consciência de quem é, ela odeia esta partida do tempo. Mas aos poucos vai-se adaptando. Conhece o homem do quadro e apaixona-se por ele. Quando ele morre num acidente, Margarida regressa ao presente.
Romance simultaneamente poético e fantástico, As Esquinas do Tempo é mais uma prova do indesmentível talento literário de Rosa Lobato de Faria.
O primeiro capítulo, lido pela própria autora, pode ser ouvido na página da Porto Editora, e aconselho a fazê-lo: para além de valer a pena, é uma óptima maneira para decidir se queremos adquirir e ler esta obra.
Em entrevista à lusa, a autora sintetiza: “Pretendi que este livro fosse uma reflexão sobre o tempo, que é uma coisa que ninguém percebe nada. Não dou respostas nenhumas, nem as podia dar, pois não sei. Mas gosto de pôr as pessoas a pensar o que é isto do tempo, que mistério é este. E isso foi o que me moveu a escrever o livro”.
As Esquinas do Tempo de Rosa Lobato de Faria
Para mim vale bem a pena ler o livro, e já está na lista!
Publicado por Fábio J. às 22:45

De Lobato Faria já li "Os Pássaros de Seda". É uma história leve e bem contada. Um bom livro, sem dúvida. Está em "lista de espera" para uma releitura em tempos próximos.
Boas leituras :)
Isabel Maia a 5 de Setembro de 2008 às 15:54

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa