Novembro 28 2008
Depois da campanha promovida pela Wook, na qual, supostamente, foram oferecidos três mil livros gratuitamente, através do seu sítio na internet, as livrarias Bertrand oferecem sessenta mil livros, neste Natal.
De 27 de Novembro a 11 de Dezembro, qualquer livro comprado por qualquer leitor em qualquer uma das 57 livrarias Bertrand do país recebe, gratuitamente e de forma automática, um do livros disponíveis para oferta.
A Bertrand, que recentemente renovou o design da sua livraria virtual, responde assim à campanha da livraria virtual da Porto Editora mas, a meu ver, fá-lo de uma forma mais coerente. Espera-se, como primeira diferença, que as livrarias continuem com normal funcionamento.
A notícia pode ser lida aqui.
Ler nunca foi tão barato... venham mais destas iniciativa.
Publicado por Fábio J. às 23:33
Tags:

Visitem e critiquem

http://obliterante.blogspot.com
Rafael Ferrer a 28 de Novembro de 2008 às 23:47

Espero que de facto seja mais coerente. SIm , porque a campanha da wook foi tudo menos séria. Gastei duas tardes a tentar aceder ao site e não consegui nenhum livro. Ainda por cima já tinha os livros prontos no cesto. Como já vi num fórum qualquer, acho que o titulo da campanha da wook devia ser " Um milhão de Livros grátis, condicionado ao acesso ao site" ;)

Há que ter atenção a estas campanhas porque praticamente todas têm um objectivo enganoso por trás. Há sempre muito marketing envolvido. A campanha da bertrand parece séria, mas estou para ver quais os livros disponíveis para oferta que a bertrand vai disponibilizar. Isto de oferecer livros não é assim tão simples.

pp a 29 de Novembro de 2008 às 15:26

Antes de mais, desculpa não responder mais cedo. Tenho andado sem tempo mas não respondi principalmente porque, há dois dias, escrevi um grande comentário e... puf, a electricidade foi abaixo e lá se foi o comentário.

Mas aqui estou!
Começo por dizer que não achei a campanha da Wook pouco séria. A campanha foi puro marketing, e cabe a cada cliente, porque no fundo somos apenas clientes, decidir se quer ou não participar. Mas é claro que concordo com o título e com muitas das críticas feitas. Eu consegui aceder ao site muitas vezes mas aquilo não funcionava. Isso foi sem dúvida muito mau. Mas consegui livros, e isso é que importa, muito embora tenha tido uma série de problemas com a Wook nos dias seguintes, acho que tu podes imaginar porquê... ;)

A da Bertrand parece-me mais coerente porque não me parece que irá atrair massas e porque parece tudo muito claro: um livro comprado, um dos livros disponíveis recebido. Tem a desvantagem de não se r o cliente a escolher o livro, mas pronto... Vamos esperar para ver como corre, até agora...

Apesar de tudo estas campanhas são vantajosas, pois sempre se poupa algum dinheiro.
Fábio J. a 3 de Dezembro de 2008 às 22:01

Esta poderá ser uma boa ideia se os títulos disponibilizados forem o mais variado possível e não apenas um ou dois como o que vi na notícia avançada pelo Portugal Diário. Poderá ser mais fácil ganhar um livro, e até mais justo, mas seria muito mais interessante se a livaria colocasse à disposição do leitor a totalidade dos títulos para que ele possa assim escolher qual o que prefere levar para casa.
Infelizmente acho que ainda continua a ser bastante caro ler. Valem assim estas raras oportunidades que as livrarias nos dão, para podermos adquirir um exemplar gratuito.
Mria Manuel Magalhaes a 30 de Novembro de 2008 às 19:33

Penso que não serão muitos os títulos disponibilizados. Ainda não fui à Bertrand mais próxima por isso não sei, mas devem ser os suficientes para agradar a todo o tipo de leitores, pelo menos é o que tem mais lógica.
Realmente seria muito melhor se fosse o cliente a escolher a oferta, mas não se pode ter tudo. Enfim, como diz, estas campanhas permitem-nos poupar algum dinheiro. Ler não é nada barato e, mesmo com os aspectos negativos, há que aplaudir tais iniciativas, que nos permitem poupar algum e ler mais.

Obrigado pelo comentário. Até Breve!
Fábio J. a 3 de Dezembro de 2008 às 22:12

Páginas Lentas... Porque se saboreiam bem devagar num projecto lançado pelo Gicav, ideia de juntar autores. 19 textos originais. 19 escritores ( sendo eu um deles ). Viseu, o lugar comum...



Site do Livro Páginas Lentas



Venha até à FNAC/ PALÁCIO DO GELO - VISEU NO DIA 6 de Dezembro pelas 18h00.

Abraço!!
sá morais a 2 de Dezembro de 2008 às 22:11

Olá, de novo!

Na manhã seguinte a este post passei pela Bertrand da Av. de Roma. Eu adoro ler e não posso deixar passar ao lado estas oportunidades mas infelizmente os livros disponíveis para oferta eram apenas 2, um de poemas e outro policial e nenhum deles me atraiu. Não sei é se em todas as livrarias são apenas estes 2 que estão disponíveis..

Quanta à campanha da Wook qnd soube já tinha acontecido mas pelos vistos tb foi outra em que n perdi nd.. passo-me com os problemas de servidores carregados =P

Beijinhos!
Bia a 3 de Dezembro de 2008 às 23:05

Na Bertrand do Parque Nascente (Rio Tinto) tinha 5 ou 6 livros para oferta.

Diga-se que não me cativaram minimamente, aliás, parece que esta iniciativa é para a Bertrand se livrar dos monos...

Mas pode sempre haver pessoas que apreciem esses livros...

Já me tinha apercebido que os livros oferecidos nesta campanha não eram propriamente conhecidos ou muito interessantes... e pelo que tenho visto parece mesmo que é uma forma de limpar o armazém. Seja como for, são livros e a campanha é louvável por isso.
Para a próxima podiam era escolher outros títulos, mas isso já é outra história.
Fábio J. a 8 de Dezembro de 2008 às 18:47

É o que eu imaginava: a oferta e a diversidade são poucas. Pensava que houvesse, mínimo, uma dezena de títulos. É pena, não vale uma visita propositada.
Mas quem quiser pode aproveitar, sempre poupa algum. Eu tento aproveitar este tipo de campanhas para me abastecer, e como a maioria se realiza no Natal é nesta época, ironicamente, que gasto mais. Maldito vício!
Eu, na Wook, ainda consegui obter dois livros, o que já é bastante bom. Mas lá que aquilo enervava, lá isso sim. Não foi para (leitores) cardíacos ;)

Boas Leituras!
Fábio J. a 5 de Dezembro de 2008 às 23:58

Tinha ontem deixado aqui comentário mas quando o submeti deu erro, perdi-o e não tive paciência para escrever tudo de novo..
Em relação às campanhas/promoções, aproveito sempre a das revistas e jornais e, regra geral, gosto da variedade dos livros que oferecem.

Hoje vou acabar de ler o Ensaio sobre a Cegueira e gostava de saber o que recomendas a seguir, o Memorial ou o Ensaio sobre a Lucidez (este livro é a continuação do que ando a ler)?

Beijinhos!
Bia a 7 de Dezembro de 2008 às 22:58

Eu detesto quando esses problemas acontecem. Já cheguei a perder, inclusivamente, posts inteiros ou grandes comentários. Por isso, agora, faço tudo numa página do Word e só depois passo para aqui. Assim acabam-se os problemas. ;)

Eu não aproveito muitas das campanhas que referes. A única que segui fielmente foi a colecção da revista Sábado, mas foi suficiente para me mostrar isso mesmo que referes: a grande diversidade de estilos e géneros literários. Por vezes são livros que adoro mas que, se não fosse a campanha, nunca leria.

Quanto ao pedido de opinião, e se ainda não começaste a ler um dos dois, só tenho a dizer o seguinte: eu ainda não li o Ensaio sobre a Lucidez, mas, como dizes, é uma espécie de continuação do E. sobre a Cegueira. Por isso mesmo, e isto apenas por opções pessoais, eu talvez lesse o Memorial, que sei ser de um estilo diferente. Isto porque não gosto de ler dois livros semelhantes seguidos. Tento sempre intercalar, para não cair numa certa... monotonia.
Mas talvez haja mais lógica em ler o Ensaio... depende das opções de cada um.
Seja como for são dois excelentes livros, que certamente te agradarão.
Acho que não ajudei :D

Saramaguianas Leituras!
Fábio J. a 8 de Dezembro de 2008 às 19:24

Acabei de ler o Ensaio há uns dias e não gostei nada do final! =P Até à igreja com as figuras e estatuetas tapadas com panos ou manchas brancas tudo bem, aliás mt mais que bem, mas a partir daí pensei que o desfecho era bem diferente. Mas na dúvida de ter sido o sono a falar mais alto e não o ter percebido bem, hoje vou voltar a ler as últimas páginas com mais atenção!

Beijinhos
Bia a 12 de Dezembro de 2008 às 20:00

Uma das coisas que me faz gostar mais do Memorial do que do Ensaio sobre a Cegueira é a falta de uma verdadeira lógica no enredo deste último livro. Há muitas coisas que acontecem neste Ensaio que são pouco justificadas. Assim sendo, o final não me surpreendeu. Aliás, até o achei bastante adequado e gostei. Saramago não arriscou no final, mas penso que fez bem em não faze-lo. Na verdade, arrisco-me eu a dizer que Saramago não poderia ter feito outra coisa, ou destruiria a mensagem da história.
Enfim, é normal que não tenhas gostado muito do fim da obra, pelo menos eu compreendo isso. Saramago tem destas coisas, ou se aprecia, ou não.

Até Breve!

P.S.: E afinal, que livro começaste a ler?
Fábio J. a 19 de Dezembro de 2008 às 15:36

Apesar de esperar outro tipo de final, gostei muito do livro e hoje vou ver o filme na esperança do final estar mais apimentado, lol! Acabei por seguir para Os Contos de Beeble. E, sou sincera, não li nenhum Harry Potter, tentei mas não consegui. Depois apareceu o primeiro filme e adorei, entretanto vi todos no cinema e tenho uma enorme vontade de voltar a tentar ler os livros só que para mim é muito difícil pegar num livro depois de ver o filme, como já tinha dito anteriormente..
Por isso quando vi o teu post sobre o livros dos Contos, pensei logo que era o primeiro livro que ia ler deste género e estou a adorar, é pena é ser tão pequenino, mais uma vez estou a tentar ler devagarinho! =)

Beijinhos!
Bia a 19 de Dezembro de 2008 às 18:26

Eu comecei a ler Harry Potter com o quinto volume, já tinham saído alguns filmes. Depois de o ler não me apeteceu ler mais nada do género, porque não percebi nada da história. Contudo, quando, talvez um ano depois, li o sexto volume gostei tanto que não resisti a ler a série desde o início. E ainda bem, pois valeu a pena ;) É engraçado porque ainda ontem peguei no primeiro, A Pedra Filosofal, para ler a parte que se passa no Natal (apeteceu-me) e fiquei com a sensação de que se lesse a série hoje não gostaria tanto.
Mas só posso recomendar os livros. Vais passar bons momentos, se os leres. Talvez este novo livro te abra o apetite.

E quando ao Ensaio... bem, é como disse, a parte final pode não ser a melhor, mas adequa-se.
Fábio J. a 22 de Dezembro de 2008 às 19:00

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa