Dezembro 16 2008
Acabei há instantes de ler As Cozinheiras de Livros, da autoria de Margarida Botelho e deixem-me dizer que achei a história deliciosa. Para um amante de livros, a história não podia ser mais interessante.
Nesta história infantil, uma personagem faz uma pergunta fundamental, muitas vezes ignorada: afinal, “de onde vêm os livros?” A resposta encontra-se entre as ilustrações, no seio do épico que qualquer leitor ávido realizaria em busca deste bem tão preciso, fruto do trabalho daqueles que tão sabiamente sabem plantar, colher e cozinhar as letras que, com o tempero certo, dão grandes livros.
Durante os últimos dias, vários os leitores deste blog responderam “e se, um dia, os livros acabassem e não houvesse nada de novo para ler?” Eis a cinco respostas mais originais:
“Ninguém ia saber, porque antes de acabarem os livros, já tinham acabado as pessoas que os lêem... afinal são elas quem os escrevem! Tipo ovo ou galinha: quem nasceu primeiro...” – Cristina Reis
“Não me preocupava porque há sempre algo de novo para ler. Quando relemos um livro descobrimos sempre algo novo que da primeira vez não encontrámos. Penso que nos podemos sempre surpreender ao ler um livro, mesmo que seja pela 10.ª vez.” – Maria Magalhães.
“Se um dia os livros acabassem e não houvesse nada para ler, eu deixaria de ser viciado, dependente e apaixonado de uma boa leitura. A minha vida seria negra e triste, sem magia e brilho, sem o prazer, que quem lê, sabe que existe.” – José Rito
“Eu simplesmente, fechava os olhos e criava um universo só para mim, onde o importante fossem todos aqueles momentos inesquecíveis que vivi quando folheei um bom livro e de que nunca me hei-de separar enquanto viver. Um universo em que os acontecimentos do dia a dia se desenrolassem à cadência viva, do meu herói favorito.” - David Luís
“E se, um dia, os livros acabassem e não houvesse nada de novo para ler? Se acabassem, eu criaria uma irmandade de amigos, amantes de livros tal como eu, e partiríamos, numa demanda fantástica, por encontrar uma solução para este problema, e reinventar uma nova maneira de fazer livros, ou então, caso não encontrasse essa solução, preferia perecer em batalha, com o orgulho de pelo menos ter tentado.” – Sandra Adrião
Os autores de cada uma destas respostas vão receber em casa um exemplar de As Cozinheiras de Livros, de Margarida Botelho, oferecido pela Editorial Presença. Muito obrigado a todos os que participaram e parabéns ao vencedores! Espero que gostem tanto da história como eu…
As Cozinheiras de Livros de Margarida Botelho
Boas Leituras, caros apreciadores de livros!
Publicado por Fábio J. às 16:35

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa