Abril 26 2009
Quantos mais exemplos vejo mais acho que algumas séries de literatura fantástica apenas alcançam o sucesso, ou não, devido ao tempo decorrido entre o lançamento dos diversos volumes. É que, lendo o que escrevi acerca de Eragon e Eldest, percebo que o Ciclo da Herança, de Christopher Paolini, já não me entusiasma tanto como noutros tempos.
O mais recente livro deste ciclo, Brisingr, revelou-se uma obra demasiado mediana, demasiado previsível e demasiado concentrada em pormenores. Não foi uma desilusão nem uma leitura desprovida de qualidades mas, com 800 páginas e dois livros precedentes aos quais compará-lo, esperava muito mais.
O volume anterior terminou com uma batalha épica e o reencontro dos primos Eragon e Roran. Muitas questões foram deixadas no ar e esperava que os volumes seguintes trouxessem as respostas. O que não esperava é que o autor se sentisse tão forçado a dá-las, facto notório pelas inúmeras situações descontextualizadas por ele criadas para explicar pormenores com pouca importância. Fiquei ainda com a sensação de que este livro serve apenas para esclarecer os mistérios dos volumes precedentes e preparar a vinda do último, pois a evolução da história e da intriga propriamente dita quase não existe.
Ainda assim, existem momentos de acção e algumas revelações que justificam a leitura desta obra. Seja em Surda, em Farthen Dûr ou Ellesméra, com as aventuras de Roran ou os desafios de Eragon e Saphira, é possível reencontrar a criatividade do autor e voltar a ser arrebatado pelos detalhes que fizeram milhares de leitores querer acompanhar a demanda do jovem rapaz que encontra um grande ovo azul.
O tom épico, a magia, as batalhas e as personagens tão familiares, mas ainda surpreendentes, fizeram-me continuar a ler atentamente cada página, mesmo com o lento desenvolvimento da acção. Os pontos fortes da demanda de Eragon mantiveram-se, mas foram muito pouco explorados.
Não diria que o estilo do autor mudou, mas neste livro as suas intenções foram diferentes: ao invés de contar uma nova história ele limitou-se a justificar ou concluir o que iniciou nas primeiras obras. Tal permite aos fãs compreender muito melhor a Alagaësia, os seus habitantes e os desafios de Eragon, mas resultou num livro pouco estimulante.
Se vale a pena ler? Sim, diria que sim, mas sem demasiadas expectativas. Quanto a mim, resta-me esperar pelo próximo volume que, espero eu, só poderá ser melhor do que este, dando uma conclusão justa a esta grande aventura.
5589
Brisingr de Christopher Paolini
Boas Leituras!
Publicado por Fábio J. às 17:58

Hummmm...pelo que li aqui, acho que não vou gostar desse livro. Snif!
Carla Martins a 27 de Abril de 2009 às 16:17

Eu cada vez acho que sou mais inconstante e isso talvez se reflicta nas minhas opiniões. É que o livro lê-se bem, é interessante e tudo mais, mas pronto, achei-o monótono e lento, uma espécie de traição à qualidade dos livros precedentes.
Mas não há como ler, e embora ache que se irão desiludir, os leitores dos livros precedentes talvez gostem deste.
Fábio J. a 29 de Abril de 2009 às 22:50

K pena...
Estava com esperanças de que fosse um livro estusiasmante.
Ja li os 2 livros anteriores e gostei bastante.
Só espero que seja minimamente interessante para poder termina-lo-
daniel a 27 de Abril de 2009 às 17:03

Também fiquei desiludido. Mas atenção, o livro não é nenhum martírio! E é suficientemente interessante, com momentos estimulantes e surpreendentes, para ser lido até ao fim, pelo menos na minha opinião.
Contudo, quando se compara com os dois livros anteriores... desilusão.
Fábio J. a 29 de Abril de 2009 às 22:53

Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto de minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00. Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com
Ana Reis a 28 de Abril de 2009 às 12:00

Olá!
Está tudo bem contigo? Boas leituras?

Venho cá deixar duas sugestões!
Estou a ler o livro "O Décimo Terceiro Conto" de Diane Setterfield e estou a adorar. Já leste?

Não sei se estavas a pensar nisso mas acho que era giro fazeres um lista, mesmo que seja pequena, de livros que gostarias de adquirir na Feira do Livro ou então de livros que recomendas! Eu acredito no teu bom gosto e nos teus feelings ;)

E é tudo por agora!

Beijinhos,
Be.
Bia a 29 de Abril de 2009 às 16:38

Olá!

Apesar de estar cada vez mais ocupado, não me posso queixar da vida. Quanto às leituras, umas melhores outras piores. Mas, por acaso, estou a gostar bastante deste Os Homens que Odeiam as Mulheres.

Sugestões: sempre bem-vindas!
Conheço o livro que estás a ler, porque a Presença, quando o publicou, fez uma campanha que deu nas vistas, mas não o li. Na altura pareceu-me apelativo, mas só li a sinopse e pouco mais.

Quanto à lista, sim, acho que algo do género seria engraçado. Não devido em específico à Feira do Livro (não devo visitar a do Porto ou Lisboa) mas por curiosidade. Talvez neste fim-de-semana prolongado. Obrigado pela sugestão!

Bem, espero que esteja tudo bem contigo.
Beijos!
Fábio J. a 29 de Abril de 2009 às 23:02

Olá! concordo que o ritmo deste volume é mais lento, mas também achei importante que fossem esclarecidas as inúmeras pontas soltas que foram ficando sem explicação. isso fez com que o resultado fosse mais monótono. mas para quem gostou dos primeiros, não deve perder este. GANDALF
Anónimo a 5 de Maio de 2009 às 13:42

Concordo na importância deste livro. Quem leu os precedentes encontra muitas respostas neste livro. Acho é que o autor podia ter encontrado uma outra maneira de se explicar.
Fábio J. a 4 de Junho de 2009 às 22:07

não desgostei do livro, achei-o até certo ponto interessante. mas lá está nunca pode ser compara àquele que eu penso que é pai da literatura fantástica em todo o seu esplendo, Tolkien. penso que ele se tem mostrado inegulável.
leitor a 5 de Maio de 2009 às 19:55

Eu também não desgostei. Mas queria mais dinamismo.
Quanto à comparação... Tolkien é Tolkien. O nome diz tudo e comparar algo com o seu mundo é quase herético. ;)
Fábio J. a 4 de Junho de 2009 às 22:10

Eu também já li o livro. Achei-o interessante, nao que se compare aos dois volumes anteriores mas matou a minha curiosidade... :) Espero que no ultimo livro( se e q desta e de vez) retome a magia e a emoçao do primeiro.
Sam a 14 de Maio de 2009 às 12:08

Brisingr pareceu-me bastante diferente dos volumes anteriores, e para pior. Mas não é um mau livro e dá muitas respostas aos leitores. Espero é que, como dizes, o próximo livro consiga conciliar as surpresas e revelações com a emoção e acção dos primeiros livros.
Fábio J. a 4 de Junho de 2009 às 22:15

Bem, após 9 meses a apanhar pó, sem lhe mexer, resolvi abrir o livro e lançar-me para Alagaësia!
A verdade é que depois de ler Twilight... parece que todos os outros livros se tornam mais desinteressantes.:S Acho que por isso levei tanto a ter vontade de pegar em Brisingr.

Só ainda vou lá para a página 300... (ainda por cima com os exames há que estabelecer horários rígidos de leitura. Nada de leituras à tarde, nada de leituras pela noite fora.)
Até agora está a ser normal, sem muita acção, como referiste.
E até escreveste uma frase que resume o que ontem estive a debater sobre o livro! "(...)demasiado concentrada em pormenores." A mim, ao início surpreenderam-me a quantidade de pormenores..! Estava até a achar meio aborrecido :S

Mas pronto, agora está melhor. Para já estou a gostar. E aproveito para ressaltar uma vez mais que adoro a Saphira. Do meu rol de personagens favoritas, ela faz parte. :)
Vamos ver como se desenrrola a história! ;)

Depois passo pra dar a minha opinião final! :)
cricri a 6 de Junho de 2009 às 23:28

Nos últimos tempos todos me falam em Twilight, pelo que já me decidi a ler a série toda nestas férias, seguida.

Quanto ao Brisingr, é um livro com aspectos bom e maus (como todos, aliás), mas realmente por vezes existem demasiados pormenores!
Eu gosto da Saphira, embora não seja a minha personagem favorita. Por vezes acho-a demasiado... exagerada, ou algo do género.

Não sei se já deixaste a tua opinião final, mas estou curioso quanto ao derradeiro veredicto.
Até Breve!
Fábio J. a 28 de Junho de 2009 às 23:05

Ai como eu adoro esta saga!!! sim é verdade e concordo plenamente que o autor tenha exagerado em tantos promenores... havia alturas em que eu nem pegava no livro porque pensava que ia voltar para a mesma chachada... mas lá fui lendo... já foi havendo mais acção ás vezes pelo meio, como as lutas do Roran (fogo amei todas essas partes!) e com o Eragon e Saphira... bem... só no final quando voltaram para ao pé de Oromis e Glaedr se tornou mais interessante, vá... mas não deixei de adorar este livro =) claro que os outros são formidáveis e este fica um bocadinho atrás, mas não deixa de ser um excelente livro! e tenho esperanças que o último seja mesmo bom para acabar com a saga em grande!

as minhas personagens preferidas eram Glaedr e Oromis... Tinha um carinho especial por eles... e quando cheguei ao fim... vieram-me as lágrimas aos olhos...
Cristiana a 12 de Agosto de 2009 às 00:45

Sim, este livro também tem as suas qualidades, como é óbvio. E eu gostei de ler. Afinal, o mundo de Paolini até é interessante... Também espero pelo último volume, para satisfazer a minha curiosidade.
Eu não gosto particularmente de Oromis e do seu dragão... acho que o autor exagerou no mistério e não sei quê. Enfim, e depois o modo como agem em relação a Eragon e Saphira e à guerra em si, bem, nem sempre me agradou. Mas o seu fim foi realmente triste, embora um pouco previsível.
Gosto do Roran e da Nasuada, porque acho que são personagens mais originais e bem conseguidas. Mas é só opinião de leitor :)

sem dúvida que também gosto muito do Roran! Ele é bastante corajoso, e tudo o que passou! Eu admiro-o imenso desde o Eldest, desde a viagem, a coragem enorme de atravessarem Alaegaesia para conseguirem chegar aos Varden... impressionante mesmo! depois as batalhas que ele foi enfrentando para a Nasuada... houve muitas injustiças para ele... quando ele agia por si próprio e por causa dele conseguiam ganhar, mas por ter desobdecido ainda teve que sofrer... tinha pena quando ele deixava Katrina sozinha.... enfim... sem dúvida que também é uma grande personagem =)
Cristiana a 17 de Agosto de 2009 às 21:35

Em o Eldest, Roran é definitivamente a minha personagem preferida. Preferia os capítulo sobre ele do que os sobre Eragon.
Como escreveste, a sua demanda por Alagaësia foi fascinante!
Fábio J. a 20 de Agosto de 2009 às 00:00

Acho que o principal problema de Brisingr é que foram criadas expectativas demasiado altas pelos 2 livros anteriores e pela antecipação do lançamento deste.

O Cristopher Paulini já não é um miudo de 15 anos e isso reflete-se na escrita. Presta mais atenção a promenores que não prestava em Eragon e Eldest o que faz com que a historia se desenrrole mais lentamente tornando o livro (que é enorme) um bocado massudo.

Mini-spoiler: Tambem acho que a relação de Eragon com Safira se está a tornar um bocado lamechas. Comportam-se quase como um casal apaixonado e menos como um cavaleiro e o seu dragão. (Pelo menos não era a ideia que tinha nos livros anteriores)
Kumekei a 21 de Julho de 2010 às 12:16

Lá nisso não há dúvidas: as expectativas geradas pelos volumes precedentes contribuíram para a sensação de incompletude deste livro. Mas as séries são mesmo assim, o autor tem de se superar a si próprio. Se não o consegue deve optar por escrever a história apenas num livro (um bom conselho para muitos escritores do género, aliás).

Mas lá está, no fundo sei que o desenrolar do livro tinha de ser mais ou menos assim, pois as respostas tinhas de ser dadas. Só esperava é que houvesse maior fluidez e a a maturidade do autor resultasse em maior mestria. Essa situação que referiste, do Eragon e do seu dragão, é um bom exemplo da possível estagnação do autor.
Ainda assim, há aspectos positivos claro, e o espírito de Alagaësia cativa-me por si só :)

Até Breve!
Fábio J. a 21 de Agosto de 2010 às 22:37

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa