Dezembro 31 2009
Um novo ano está prestes a começar. É chegado o momento de reflectir sobre o que melhorou ou piorou em 2009, sobre as acções e projectos pessoais. Tiradas as conclusões, há que planear 2010 e fazer figas para que as surpresas sejam apenas positivas.
No que toca a este blogue, ou ao seu autor, 2009 foi um ano de mudança. Esteve mais parado, mais silencioso. E, no entanto, os visitantes continuaram, surpreendendo-me. A todos, o meu obrigado. Se tudo correr como previsto, o novo ano trará mudanças… é esperar para ver.
Seja como for, quero desejar um excelente 2010 a todos aqueles que visitam, comentam e partilham neste espaço, que é de todos. As maiores felicidades!
Boa passagem de ano!
Publicado por Fábio J. às 00:01
Tags:

Fiquei muito satisfeito ao descobrir este blogue, pois também sinto necessidade de partilhar as minhas ideias pela escrita. Desde já deixo-lhe aqui o meu agradecimento pelo serviço que presta à cultura.
Estas palavras não são propriamente um comentário a um texto já publicado, mas foi a única maneira de entrar em contacto com o criador do blogue. Muito recentemente, estriei-me como escritor; escrevi um romance, “O Peregrino”, da Chiado Editora, que foi lançado no último dia dezanove de Dezembro e que tem sido muito bem recebido pelos leitores que já tiveram acesso à obra.
É um romance que narra a história de um jovem que dedica toda a sua vida à procura espiritual, e no decorrer desse percurso passa por experiências místicas fascinantes que lhe vão mostrando as belezas da individualidade e da existência humana.
As críticas não podiam ser mais favoráveis, por isso tomei a liberdade de solicitar-lhe, caso esteja interessado, a divulgação do mesmo neste blogue.
Desejo-lhe as maiores felicidades!

Vitor Mineiro a 3 de Janeiro de 2010 às 19:19

Desde já obrigado. Tento fazer dar a este espaço alguma utilidade e interesse. Se hoje o consigo fazer, já é outra conversa, mas agradeço as palavras.

Ao fundo da barra lateral do blogue está o e-mail para contacto. Mas não há problema faze-lo aqui. Terei todo o prazer em divulgar o seu livro, no que me for possível. Uma breve pesquisa não me mostrou qualquer informação sobre o livro ou sobre si, mesmo no site da editora. O que lhe peço, portanto, é que me envie alguma informação para o e-mail, para que, então, possa proceder à divulgação.

É sempre um gosto poder contribuir para a afirmação de nomes nacionais. Fico à espera.

Felicidades!
Fábio J. a 17 de Janeiro de 2010 às 00:10

Muito boa tarde!

Desde já gostaria de lhe agradecer a amabilidade que teve em me responder.
De facto no site da editora ainda não está nenhuma informação relativamente ao livro nem a mim próprio, o que é lamentável. Porém, este está divulgado no blogue de leitores da editora.
O livro "O Peregrino- Em Busca do Verdadeiro Amor" foi lançado muito recentemente, em 19 de Dezembro, por isso mesmo é difícil encontrar informações a seu respeito. E em relação ao meu nome também é natural que não encontre nada, pois este é o primeiro livro que escrevo. É tudo novo, portanto.
O meu nome é Vítor Augusto Mineiro, sou professor de Matemática, licenciado pela Faculdade de Ciências de Lisboa, e actualmente lecciono na E. B. 2,3 D. Manuel I de Pernes. Sempre fui interessado em estudar as filosofias orientais e outras correntes de pensamento, e isso, ao longo do tempo, levou a que eu escrevesse um romance associado a esta temática.
É um romance que narra a vida de um Jovem, o Samuel, que cedo na sua vida entra em contacto com a procura interior, o que o leva a vivenciar várias experiências místicas que vão moldando a sua personalidade e a sua forma de olhar para o mundo e para o ser humano. Para quem inicia a sua busca pessoal, é certamente uma obra muito interessante pela forma que aborda e tenta responder a muitas das questões que colocamos a nós proprios ao longo da vida.
Em baixo está um excerto do texto que leva o leitor a reflectir na possibilidade da existência da reencarnação como forma de explicar o sofrimento sofrido por quem não o aceita.


“A possibilidade de poder voltar à vida novamente era a grande chave para explicar todas as injustiças involuntárias sofridas pelos justos. O sofrimento de quem se dedica à prática do bem, em particular as crianças, tinha levado muita gente a negar ou até a repudiar, com ódio, a existência de Deus, bem como ao afastamento da Igreja. A religião tinha sido, em muitos casos, imposta pelo medo, não dando a possibilidade aos seus fiéis de se questionarem em busca de respostas credíveis, aceitáveis e satisfatórias. Como poder aceitar o sofrimento de uma criança, vítima das maiores atrocidades, e dizer que foi vontade de Deus? Que Deus era esse que não amava os seus filhos? Deus existia – acreditava – mas não da forma defendida pelo ocidente, era muito mais do que isso. A reencarnação era apenas uma das muitas faces de Deus, que devolvia o apreço, o amor e a dedicação aos seus filhos.”

Ficaria muito grato se fosso possível divulgar "O Peregrino" no seu site.

Com os meus agradecimentos,

Vítor Mineiro
Anónimo a 17 de Janeiro de 2010 às 15:49

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa