Abril 09 2010

A maioria dos livros publicados não chega a conquistar as massas e perde-se com o tempo. É natural que assim seja. Mas, por vezes, há autores que não se contentam e procuram mais. Ana Paula Cabral é um deles e, por isso, podemos já encontrar nas bancas uma nova e renovada edição do seu primeiro livro de fantasia.

Publicado, em 2007, com o título Igorj de Harmeling - O Escolhido, o livro foi recentemente reeditado pela Guerra e Paz. Agora intitulado O Feitiço das Trevas, este promete ser um reinício auspicioso da original trilogia O Tratado dos Magos.

Embora já possa ser encontrado nas livrarias nacionais, o relançamento do livro acontece na próxima segunda-feira, dia 12, às 18h30, no El Corte Inglés de Lisboa. A apresentação será partilhada pelo realizador Carlos Coelho Da Silva e pelo poeta Joaquim Pessoa.

A história: A luta contra o feitiço das trevas está prestes a começar! Igorj, princípe de Harmeling, é educado, em grande segredo, protegido pelos quatro elementos, num local inacessível aos poderes do feiticeiro Mílan. Quando está prestes a completar 18 anos, sob a influência duma magia negra que o cega gradualmente, descobre que reside em si toda a esperança do reino.

Um evento e um livro a ter em conta.

O Feitiço das Trevas de A. P. Cabral
Guerra e Paz, 2010

Até Breve!

Publicado por Fábio J. às 23:01

Gostei de seu canto de literatura. Posso linká-lo?
Stella (Cris Vieira) a 11 de Abril de 2010 às 22:11

Claro, porque não? :)
Obrigado pela simpatia...
Fábio J. a 14 de Maio de 2010 às 23:08

Ora aqui está uma boa notícia.

Abraço!
sá morais a 20 de Abril de 2010 às 23:39

Caro amigo,

Muito obrigada mais uma vez pelos amáveis comentários e pela possibilidade de chegar aos teus leitores através desta página. O mundo é global e com a tua ajuda chegamos a Angola, Africa querida do meu coração e das minhas felizes lembranças de infância. Obrigada. Ana Paula Cabral
Anónimo a 21 de Abril de 2010 às 21:04

É para mim um enorme prazer saber que, de alguma forma, posso ajudar, sobretudo quando a obra merece o nosso apoio :).
Mais uma vez, muita sorte nesta nova fase!
Fábio J. a 14 de Maio de 2010 às 23:12

Este título parece mais um daqueles achados valiosíssimos, que com certeza terão lugar de destaque nas estantes! Fiquei bastante interessada, procurarei saber um pouco mais sobre ele.
Obrigada pela dica!
Laura a 11 de Maio de 2010 às 02:33

Este é, efectivamente, um título diferente do habitual.
Fico contente pelo interesse manifestado por esta obra nacional :) Se a ler, espero um feedback!

Boas Leituras!
Fábio J. a 15 de Maio de 2010 às 00:06


O titulo e o facto de ser de uma autora portguesa fez-me realmente trazê-lo para casa mas, sinceramente, não é grande coisa.

A historia passa de uma forma lenta e algo aborrecida.

Talvez tente ler novamente para ver se me escapou alguma coisa mas á primeira não me cativou.
Kumekei a 19 de Julho de 2010 às 12:36

Sim, há momento mais aborrecidos e situações não muito bem explicadas, mas também tem aspectos criativos de valor, e espero que os próximos volumes mostrem o que esta história tem realmente para oferecer...
Fábio J. a 21 de Agosto de 2010 às 22:21

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
Também adorei!:http://numadeletra.com/a-mancha-hum...
Quando será lançado o quarto livro em português do...
Estou agora a ler esse livro e este seu texto deu-...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa