Fevereiro 01 2010
Antes de dar a conhecer os livros de 2009, segundo os internautas que participaram na Iniciativa Livros do ano, deixo aqui um pouco de informação sobre um livro português, publicado em finais de 2009; porque vale sempre a pena destacar aquelas obras portuguesas que têm tendência a passar despercebidas.
Trata-se de O Peregrino, um livro escrito por Vitor Mineiro e editado pela Chiado Editora. Segundo o autor, este livro, cujo subtítulo é Em Busca do Verdadeiro Amor, “narra a vida de um jovem, o Samuel, que cedo na sua vida entra em contacto com a procura interior, o que o leva a vivenciar várias experiências místicas que vão moldando a sua personalidade e a sua forma de olhar para o mundo e para o ser humano.” Vitor Mineiro não esconde o seu interesse por “filosofias orientais e outras correntes de pensamento”, o que o levou a escrever este seu primeiro romance.
O autor deixa-nos o seguinte excerto, sobre a possibilidade da existência da reencarnação:
A possibilidade de poder voltar à vida novamente era a grande chave para explicar todas as injustiças involuntárias sofridas pelos justos. O sofrimento de quem se dedica à prática do bem, em particular as crianças, tinha levado muita gente a negar ou até a repudiar, com ódio, a existência de Deus, bem como ao afastamento da Igreja. A religião tinha sido, em muitos casos, imposta pelo medo, não dando a possibilidade aos seus fiéis de se questionarem em busca de respostas credíveis, aceitáveis e satisfatórias. Como poder aceitar o sofrimento de uma criança, vítima das maiores atrocidades, e dizer que foi vontade de Deus? Que Deus era esse que não amava os seus filhos? Deus existia – acreditava – mas não da forma defendida pelo ocidente, era muito mais do que isso. A reencarnação era apenas uma das muitas faces de Deus, que devolvia o apreço, o amor e a dedicação aos seus filhos.
Parece-me que a temática do livro já está explicita. Como referiu este professor de matemática feito escritor, este é um romance “para quem inicia a sua busca pessoal”, uma vez que “aborda e tenta responder a muitas das questões que colocamos a nós próprios ao longo da vida.”
É ler para crer.
Fica a referência.
O Peregrino de Vitor Mineiro
Chiado Editora, 2009
Até Breve!
Publicado por Fábio J. às 22:47

Outubro 23 2009
Nicholas Sparks é um autor consagrado internacionalmente e acarinhado pelo público. Há mais de uma década que encanta os leitores com narrativas sobre os profundos mistérios do coração. Quem ainda leu uma das suas histórias tem agora uma excelente oportunidade para o fazer, pois o blog Os Livros e a Editorial Presença têm 3 exemplares de A Melodia do Adeus para oferecer, cada um deles com o respectivo saco promocional.
Para se habilitar a um dos exemplares basta responder à questão no formulário presente neste link e indicar alguns dados necessários para contacto. A primeira participação com a resposta correcta vale um conjunto livro autografado/saco. Os outros dois conjuntos livro/saco serão sorteados pelas restantes participações válidas.
E para que fiquem já a pensar no enredo, fiquem com a sinopse deste livro, disponível nas livrarias a partir do dia 3 de Novembro:
Com apenas dezassete anos, Ronnie vê a sua vida virada do avesso quando o casamento dos pais chega ao fim e o pai se muda da cidade de Nova Iorque, onde vivem, para Wrightsville Beach, uma pequena cidade costeira na Carolina do Norte. Três anos não são suficientes para apaziguar o seu ressentimento, e quando passa um Verão na companhia do pai, Ronnie rejeita com rebeldia todas as tentativas de aproximação, ameaçando antecipar o seu regresso a Nova Iorque. Mas será em Wrightsville Beach que Ronnie irá descobrir a beleza do primeiro amor, quando conhece Will e se deixa tomar por uma paixão irrefreável e de efeitos devastadores. Nicholas Sparks é, como sabemos, um mestre da moderna trama amorosa, e, em A Melodia do Adeus, usa de extrema sensibilidade para abordar a força e a vulnerabilidade que envolvem o primeiro encontro com o amor e o seu imenso poder para ferir… e curar. 
[Pack+Nicholas+Sparks.PNG]
A Melodia do Adeus de Nicholas Sparks
O passatempo é válido até às 14:00 horas do dia 3 de Novembro. Participações multiplas serão desconsideradas.
Boas Sorte!

*03/11/09: Resultados

Publicado por Fábio J. às 23:28

Outubro 22 2009
O livro O aniversário de Astérix e Obélix - O Livro de Ouro, comemorativo dos 50 anos da série, está a partir de hoje nas livrarias nacionais, assim como em outros 18 países de todo o mundo. Editado pela ASA, o livro apresenta ilustrações e textos inéditos da autoria de René Goscinny (Texto) e Albert Uderzo (Desenhos e Texto).
Nesta publicação, a história foi feita à medida:
A propósito do aniversário de Astérix e Obélix, o chefe Matasétix convida para virem à aldeia todos aqueles que se cruzaram com os dois gauleses ao longo das suas aventuras, para se associarem à efeméride e para lhes trazerem um presente. Uns acedem ao convite e aparecem, e outros, por razões diversas, apenas podem enviar um postal. E as prendas, opiniões, recordações ou premonições, vão-se multiplicando, com a participação de gauleses, romanos e outros.
A obra de 56 páginas contém pranchas inéditas de Uderzo e textos inéditos do já falecido Goscinny e vem assinalar o aniversário do universo gaulês mundialmente famoso. Trata-se, a meu ver, de uma daquelas criações que se entranharam na cultura ocidental e, por isso, comemorações deste género fazem todo o sentido. Afinal, todos nós já alguma vez nos divertimos com as BD ou com as adaptações cinematográficas.
Eis um daqueles livro que gostava de ter quase por coleccionismo, numa espécie de homenagem à criação. Fica a sugestão.
O aniversário de Asterix e Obélix - O Livro de Ouro de R. Goscinny e A. Uderzo
Asa, 2009
 Boas Leituras!
Publicado por Fábio J. às 23:13

Outubro 21 2009
Ursula K. Le Guin by Marian Wood KolischA escritora norte-americana Ursula K. Le Guin comemora hoje 80 anos de vida. Autora de diversos romances e contos de Fantasia e Ficção Científica, é uma referência dentro da Literatura Fantástica, considerada por alguns “uma lenda viva”.
A poesia e criatividade das obras de Le Guin traduz-se em narrativas sublimes e fascinantes, de tal modo que me tornei, após a leitura das cinco narrativas do Ciclo de Terramar, um fã seu. Ao assinalar esta data, pretendo destacar a vida e a carreira de uma mulher que vive da, e para, a Literatura Fantástica, proporcionando aos leitores viagens a mundos fantásticos e únicos.
Curiosamente, a obra que deu lhe deu visibilidade mundial, A Mão Esquerda das Trevas, comemora também, por estes dias, 40 anos. Felizmente, já a tenho na estante e será uma das minhas próximas leituras.
Mas existem outras obras publicadas em português, no nosso país. Há algum tempo, questionei a Editorial Presença acerca da publicação de traduções das obras mais recentes. Não obtive qualquer resposta, mas, por mero acaso, acabei de saber, pelo site de Mª Rosário Monteiro (talvez uma das principais teóricas formais acerca do Fantástico, em Portugal), que Lavínia, romance vencedor do Prémio Locus 2009, tem lançamento previsto para o próximo ano.
Seja esta ou outra obra, vale a pena conhecer o excelente trabalho desta senhora do Fantástico. Viva Le Guin, viva o Fantástico!
Links: Site oficial | Wiki (pt)
Publicado por Fábio J. às 22:35

Outubro 02 2009
Depois de ter lido algumas obras suas, tornei-me um admirador e passei a estar atento à obra de José Saramago. Por isso mesmo, o anúncio de um novo lançamento foi aqui referenciado.
Depois do vídeo, deixo-vos aqui a sinopse e a capa de Caim:
Quem diabo é este Deus que, para enaltecer Abel, despreza Caim?
Se em O Evangelho Segundo Cristo José Saramago nos deu a sua visão do Novo Testamento, em Caim regressa aos primeiros livros da Bíblia. Num itinerário heterodoxo, percorre cidades decadentes e estábulos, palácios de tiranos e campos de batalha pela mão dos principais protagonistas do Antigo Testamento, imprimindo ao texto o humor refinado que caracteriza a sua obra.
Caim revela o que há de moderno e surpreendente na prosa de Saramago: a capacidade de fazer nova uma história que se conhece do princípio ao fim. Um relato irónico e mordaz no qual o leitor assiste a uma guerra secular, e de certa forma, involuntária, entre o criador e a sua criatura.
Tendo em conta as minhas leituras anteriores e o tema desta história, bem, definitivamente trata-se de um livro a não perder. O lançamento é já no próximo dia 15.
Caim
Caim de José Saramago
Editorial Caminho, 2009
Fica a sugestão, seja para os apreciadores, seja para os novos leitores.
Publicado por Fábio J. às 23:19

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
-Crónica de uma morte anunciada...vi esse filme em...
Realmente, sou fascinada por este livro, maravilho...
ta fixe tou a lero segundo:tuneis  aventura n...
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
E Jack london?Eça de Queiros.....
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa