Outubro 20 2009
Venho passear-me alguns minutos pela internet e deparo-me com isto:
O eurodeputado social-democrata Mário David exortou hoje o escritor José Saramago a renunciar à cidadania portuguesa por se sentir "envergonhado" com as recentes declarações do Nobel da Literatura sobre a Bíblia.
Apesar de não gostar de alimentar polémicas (1-2), desta vez não posso deixar de declarar a minha estupefacção.
As últimas declarações de Saramago sobre a Bíblia e o Papa estão condensadas aqui e aqui.
As opiniões do Nobel português acerca da religião já são mais do que conhecidas. A surpresa é vir agora um ser claramente afectado fazer sugestões, a meu ver, idiotas e totalitárias. Ele fala em liberdade de expressão quando se esquece da liberdade de crença e ideologia, direitos, e também deveres, que qualquer cidadão bem formado não pode abnegar.
Pior do que a concepção francamente ultrapassada é a autoria… mas, em Portugal, estas aberrações já começam a ser banais.
Faça Saramago o que fizer, depois disto também eu penso renunciar à cidadania portuguesa. No entanto, quero acreditar que em Portugal ainda há quem respeite e tolere diferentes concepções do mundo.
Publicado por Fábio J. às 21:50

Caro, a mim não me incomoda, que o senhor, no exercício da sua liberdade criativa, escreva sobre personagens bíblicas ou, sequer, que use da sua escrita para difamar o Livro Sagrado, ou que se sirva dela para ofender todos os crentes! E aqui, é curioso que o senhor seja mais fundamentalista do que a maior parte daqueles que crêem em Deus!

O que me incomoda em Saramago, tal como me incomodou em Dan Brown (e em AJJardim e MJPires relativo e avaliado em comparação), é que o escritor abuse da ignorância de outrem para questionar os fundamentos da fé cristã!

Quando afirma que se limita “a levantar as pedras e a mostrar esta realidade escondida atrás delas (http://www.dnoticias.pt/default.aspx?file_id=dn01010403191009&id_user=)”, assume que a fantasia/ficção que criou para o livro é uma verdade hermenêutica. É, portanto, desonesto da sua parte, pois o objectivo é levar os mais incautos a tomar a ficção por realidade.
Estas afirmações têm, contudo, o condão de evidenciar a agenda de Saramago, bem como de outros ateus militantes: o que pretendem é promover uma evangelização ao contrário que é como quem diz, promover o ateísmo, como crença dominante. E assim se percebe quem é que é fundamentalista, nesta dicotomia religião-laicidade.

Fosse eu fundamentalista ou tivesse qualquer religião e garanto que lhe lançava uma fatwa!

Relativamente à tua critica sobre o meu comentário...é a tua opinião e não a vou comentar, porque se trata de uma crítica pobre e desprovida de conhecimento e informação que jamais poderás retirar de meia duzia de palavras...ainda assim, fizeste um excelente trabalho crítico! ;)

Deixo-te uma dica, não abuses do Totalitarismo porque só esse facto já o é!!!

Mike a 22 de Outubro de 2009 às 09:48

Está bem visto que as opiniões de Saramago também não me incomodam a mim, até porque, em boa verdade, não vejo razões para os crentes se sentirem ofendidos. Não gosto de falsos puritanismos e parece-me que um crente que seja crente não sentirá a sua fé abalada pelas declarações do escritor: se for uma pessoa confiante nas suas próprias ideologias, apenas lamentará a ignorância do Nobel e não pensará mais nelas. Talvez vivamos num mundo onde as pessoas gostam de se afirmar ofendidas. Há que falar, discutir, praguejar, fundamentar... Mas já estou a fugir ao tema.

Quanto ao "abusar da ignorância de outrem", ou seja, pelo que percebi, manipular as massas, diria que na religião, se isso existe, é bem feito para os ignorantes: como é que se pode fazer parte de uma determinada e concreta religião e não a conhecer em profundidade? É que se não se conhece, não se faz parte dela. E não há (ou não devia haver) mal nenhum nisso, pois cada um deve poder ver Deus como quiser, sem dogmas. Aliás, se formos a ver bem, a maioria dos católicos que têm visto estas notícias sente-se ofendido apenas porque a Igreja mostrou o seu desagrado, e não por discordar da opinião de Saramago. Lá está, é o "abusar da ignorância de outrem" visto por outro ângulo.

Mais uma vez, interpreto essas palavras do Nobel de outra maneira, ou melhor, tenho em conta o contexto. É que, como ele próprio já referiu, tem-se falado muito no tema sem sequer se referir o Caim. Eu não li o livro, não sei se já o leste. Mas parece-me que Saramago não quer, na sua ficção, mostrar uma realidade que se sobreponha à da Bíblia. Se assim fosse, o livro nem seria um romance mas sim um ensaio. E sendo um romance, os leitores sabem, à partida, que se trata de especulação e do ponto de vista do autor. Eu gosto imenso das obras de Saramago, mas nem por isso vou dizer "ámen, ámen" e seguir as suas palavras. É a tal história de ter espírito crítico, como já falei. Pois embora eu não veja essa espécie de "teoria da conspiração" em torno das intenções de Saramago (se é que ele as tem), cada leitor é que deve avaliar o que lê. E quanto ao fundamentalismo, o escritor justifica as suas opiniões, portanto, a meu ver, não se trata de fundamentalismo. É apenas um ateu a analisar a Bíblia.
E já agora, só a intenção de lhe lançar uma fatwa (presumo que um atentado) não é já fundamentalismo, e do extremista? Afinal, incomodas-te ou não com o que o homem diz?

Por último, foi o facto de eu achar a comparação entre o escritor, o político e a pianista uma idiotice que te ofendeu? Lamento que assim seja. De qualquer modo, a minha crítica deve ter sido mesmo pobre porque eu, sinceramente, não sei que crítica é que fiz, ou a quem.
E quanto ao totalitarismo, não acho que tenha abusado, mas ficarei atento.

Obrigado pelo teu comentário!
Gosto destas discussões, caso ainda não se tenha notado ;)
Fábio J. a 24 de Outubro de 2009 às 23:18

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
A ler...
Tales of Earthsea

Romeo and Juliet

comentários recentes
Um religioso falando em delírios... chega a ser pa...
-Crónica de uma morte anunciada...vi esse filme em...
Realmente, sou fascinada por este livro, maravilho...
ta fixe tou a lero segundo:tuneis  aventura n...
<a href='http://www.cricinfobuzzlive.com/live-c...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


Leitores Online
online


O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa