Novembro 25 2007
Escrevi que talvez publicasse e afinal publico mesmo.
Já não é novidade para ninguém que a relação comercial entre livros e filmes ressalta à vista. Exemplos como a saga Harry Potter ou a trilogia O Senhor dos Anéis são o suficiente para mostrar como a popularidade dum livro pode fazer um filme render, e como um filme de sucesso leva as pessoas a ler o livro.
O conceito não é novo. Desde sempre se fizeram adaptações cinematográficas de histórias literárias. Recentemente tem-se também verificado o contrário, ou seja, ver o guião dum filme adaptado à narrativa. Tudo corre bem; e desde que feitas com qualidade, estas adaptações são totalmente legítimas... desde que não se aproveitem delas duma forma abusadora, prejudicando quem paga para lhes ter acesso.
Como certamente é do conhecimento de muitos visitantes do blog, estreará em Portugal, no próximo dia 6 de Dezembro, a adaptação cinematográfica do primeiro livro da trilogia Mundos Paralelos de Philip Pullman, Os Reinos do Norte. Na verdade, o filme intitula-se A Bússola Dourada, numa alternativa ao título do livro em português.
Há muito que este livro, assim com a trilogia, têm sido referidas aqui no blog, principalmente em comentários, nos quais me recomendam as obras. O anúncio desta adaptação bastou para me convencer a lê-as. Queria até faze-lo antes da estreia do filme, e à medida que a data se ia aproximando temia que se fizesse o que já tem vindo a ser habito, pelo menos em Portugal: alterar a capa do livro, colocando-lhe imagens do filme.
Pois bem, aconteceu antes de ter tido oportunidade de o comprar e não só ao primeiro livro, mas também aos restantes. É então que começa o problema: a um mês da estreia a editora reedita a trilogia. Não satisfeita por colocar uma imagem do filme no primeiro livro, a Editorial Presença decidiu colocara-la também nos outros dois, usando tonalidades diferentes da mesma. Demonstrando ainda uma total ânsia pelas vendas, remeteu o título do primeiro livro para segundo plano, colocando em destaque o título do filme. E agora, o que realmente me choca: aumentaram o preço de todos os três livros, 5.53€ no 1º e 3º, 3.53€ no 2º. Se isto não é abusar dos leitores, não sei o que é.
Compreendo o lado da editora, que pretende valorizar ao máximo o lançamento do filme, que acaba por promover o livro, mas mesmo assim não vejo justificação para tais actos. Acho realmente triste mudarem as capas, mais deplorável ainda mudarem o título e sem dúvida um exagero aumentarem o preço desta forma. O mais importante é sem dúvida o conteúdo, mas pelos vistos a própria editora não pensa assim.
Pretendia ler toda a trilogia. Neste momento, sei que não o farei nos próximos tempos, tanto pelos preços como pelas capas. Sinceramente, e pelos menos no meu caso, trata-se duma péssima opção feita pela Editorial Presença!

 Antiga capa do livro Os Reinos do Norte, a 12,47€

Capa actual do livro Os Reinos do Norte, a 18€

Sem dúvida uma boa maneira de me convencer a não ler o livro.

Publicado por Fábio J. às 22:58

Junho 28 2007
O início de férias é sempre estranho. Nunca faço nada de nada. Chego ao final do dia e penso: Não fiz nada! Provavelmente a tendência irá mudar e assim passarei a aproveitar as férias duma melhor forma. Tentarei, também, actualizar o blog mais frequentemente.
Pois bem, o livro Os Reinos do Norte, de Philip Pullman, foi hoje eleito o melhor livro infanto-juvenil em língua inglesa dos últimos 70 anos. A obra foi escolhida entre as 70 que até hoje venceram o Carnegie Medal, o mais prestigiado prémio de língua inglesa para a literatura infanto-juvenil.
Para comemorar os 70 anos de existência do galardão, decorreu uma votação online, na qual leitores de todo o mundo puderam votar na melhor das melhores, de entre as 70 obras já premiadas. Com um total de 40% dos votantes a elegerem esta obra, não poderia haver outro vencedor.
Foi o vencedor da edição de 1995, e hoje este primeiro volume da trilogia Mundos Paralelos está já traduzido em 37 línguas e vendeu mais de 12 milhões de cópias em todo o mundo.
No início desta prestigiada trilogia estão desde logo presentes os ingredientes para uma incrível história do universo fantástico. Desde o thriller, ao mito clássico, ao conto de fadas, ao suspense, à luta entre o bem e o mal até ao terror mais genuíno e arrepiante, tudo se articulação formando esta obra.
Nela, seguimos uma menina de onze anos, Lyra, que irá fazer uma viagem perigosíssima às vastidões do longínquo Norte para tentar desvendar os misteriosos acontecimentos que por lá se passam...
Como já aqui foi dito, a obra está sendo adaptada para cinema e chegará ao grande ecrã a 7 de Dezembro deste ano, contando com, por exemplo, Nicole Kidman, Daniel Craig, Sam Elliott e a estreante Dakota Blue Richards.
Já referi que prendendo ler a obra o quanto antes. Este prémio vem me dar ainda mais vontade de conhece-lo.
E com esta notícia desejo-vos um óptimo início de fim-de-semana e umas boas férias para quem já delas puder usufruir, repletas, como é óbvio, de Boas Leituras!!!
Publicado por Fábio J. às 22:39

Um blog sobre livros e afins. A descongelar lentamente...
Contacto
Contacto

As mensagens poderão não ser lidas por extensos períodos. Pedidos de divulgação e/ou colaboração poderão não obter resposta.
pesquisar
 
comentários recentes
Muito boa tarde, gostaria de comprar o livro o alq...
O livro pareçeme intereçante eu vou começalo a ler...
Um religioso falando em delírios... chega a ser pa...
-Crónica de uma morte anunciada...vi esse filme em...
Realmente, sou fascinada por este livro, maravilho...
arquivos
2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D




O autor deste blog não respeita o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa